terça-feira, outubro 1

Eláááááá! Mas o que é que se passa!?!!?


Por aqui, ele é o oito ou o oitenta, senhores!
Então mas então o que é que vos deu?!
Uma pessoa escreve coisas fofinhas, sobre o tempo, sobre a roupa que não seca ou sobre as férias e.... népia! Nem piam! Não comentam, fingem-se de mortos.
Uma pessoa partilha que não foi votar, porque não quis, porque não acredita na classe politica, porque acha que não a pena, porque é uma outra forma de manifestar o desinteresse pela coisa e PUMBA!
És uma isto!
És uma aquilo!
Vou deixar de cá vir ler o Blog!
Não aceitas opiniões diferentes da tua!

Como assim!?

Não aceito opiniões diferentes da minha!?
O blog é meu, escrevo o que bem entendo, é completamente aberto a todos que queiram comentar, publico (quase) todos os comentários e opino sobre eles.
E então!?
Não posso comentar sobre os vossos comentários!?
Isso é não aceitar opiniões diferentes da minha!?
Não posso argumentar?!
Vocês também argumentam!
Que é uma vergonha, que é desleixo, que é preguiça, que não sei, não sei que mais!
E eu contraponho.
Bem ou mal, são os meus argumentos: não votei, não acredito, nenhum paleio dos partidos políticos me convence, são todos uns ladrões, são todos uns corruptos, com o meu voto não ia para lá nenhum!
Somos livre de opinar e de votar. Ou não.
E mais!
Caso não saibam, cada partido político ganha, por cada voto, ao longo do mandato, uns quantos euros. Só por alguém ter votado. Ora cá pelo meu voto não ganham eles.
E eu, senhores, até já quotas paguei!
Já fui filiada e tuditudo!
Já dei para esse peditório.... desacreditei.
E como desacreditei, para mim, não faz sentido votar.
Pelo menos por enquanto.
Enquanto as opções, para mim, não existirem.
Com isto não quero dizer que não aceito opiniões contrárias à minha, nem quero ofender ninguém.

Só falta chamarem-me fascista!
Já faltou mais, parece-me...




7 comentários:

  1. Teresa, mais uma vez, apenas disse que senti alguma agressividade nas suas palavras.. tal como sinto neste post. E, apenas salientei que, não era necessário esta agressividade quando apenas (de forma educada) eu fui de opinião contrária.


    Just that....

    ResponderEliminar
  2. Ai meu Deus, Té, sentiu mesmo?!
    Mas não é agressividade que eu pretendo transmitir, credo!
    É mesmo falta de pachorra para os senhores políticos e tendo em conta o estado do nosso país, é não ver, de todo, luz ao fundo do túnel.
    Não quis agredir ninguém!
    Longe de mim!

    Bolas...

    ResponderEliminar
  3. Só para que conste, se o teu voto for nulo ninguém ganha nada com isso e conta para as estatísticas.

    ResponderEliminar
  4. Eu penso como a marta e por isso este ano divaguei!

    ResponderEliminar
  5. Se votarmos em branco, sabem que estamos descontentes com todos e que não nos identificamos (pelo menos por agora) com algum.
    Se não votarmos ninguém sabe porque não o fizémos. Podemos estar doentes, a lavar o cabelo, longe, nas vindimas, a fazer bolos... eu sei lá.
    Mas, continuo a achar (a achar, não. A ter a certeza) que cada um sabe de si.
    Carla

    ResponderEliminar