quinta-feira, dezembro 31

Feliz, feliz, feliz Ano Novo!
Isso é o que mais se deseja!
E eu desejo também! Para todos!

E agora vou é por-me a andar que já estou que não posso... de tanto trabalhar no último dia do ano. E foi um bom ano, sim que foi!

Balanços para depois, que agora não tenho mesmo tempo....

quarta-feira, dezembro 30

Afazeres:

Epá, tenho mesmo que escrever a ver se não escapa mesmo nada!

Até ao fim de semana, proponho-me:

- Arrumar todos os presentes de Natal que param por toda a casa em sacos e saquinhos;

- Lavar e estender a roupa toda que enche o cesto da roupa-suja e ponderar o que é que é mesmo, mesmo urgente passar a ferro antes da Sodôna Ivete dar as caras;

- Limpar o pó dos quartos e aspirá-los;

- Lavar as casas de banho a fundo (pressupondo com isto regar as plantas que por lá vivem, algumas prestes a passarem-se para o lado de lá....);

- Começar a arrumar o escritório que continua com muito pouco de "escritório";

- Limpar o pó das salas e aspirá-las;

- Escolher os sapatos e as botas que já não estão a uso, assim como alguma roupa, para dar lugar às coisas novas que já recebi e que eventualmente vier a comprar nos Saldos;

- Fazer uma escolha aos brinquedos do bebé para que possa arrumar devidamente os muitos que recebeu no Natal, já para não falar nos que ainda nem sequer abriu...

- Pôr o papel de parede no nosso quarto;

Lá mais para meados do mês:

- Comprar cortinas novas para o nosso quarto;

- Escolher o tecido e mandar fazer a colcha para o nosso quarto;

- Arrumar a casinha-lavandaria

E parece-me que é tudo. Ora do que aqui está....... falta tudo.

E assim a correr porque não há tempo para mais e receio não conseguir escrever uma única linha amanhã....

O Natal foi muito bem passado, mais calmo do que no ano passado, sem tanta correria de casa em casa a meio das refeições. O Sr Piolho portou-se à altura e só se começou a transformar em abóbora já passava largamente a hora habitual do óó. Foi, aliás, o dia desde que nasceu em que se deitou mais tarde! Já passava da uma hora da madrugada!

No dia de Natal tivémos até uma visita especial! O Sr Pai Natal veio lá da Lapónia especialmente para o Vasquinho! Mas o Vasquinho não lhe achou tanta piada como nós pensámos que ia achar e focou-se na cara misteriosa e nos sapatos (por ele eventualmente conhecidos) do senhor barbudo e pouco barrigudo :)
Os dias passados na neve podem claramente ser retratados assim:
Muita risada e gritinhos de alegria!
E o que ele apreciou andar artilhado de gorro, galochas, luvas e cachecol!? Nem se queixava! E se por acaso lhe caía uma luva soava logo um "hum hum mamã" para que lha calçassemos depressa!
Das partes menos boas temos que registar o grande susto do Tio do Alentejo que, embora seja uma coisa bem grave, pode ser que fique por aqui e que em breve possamos festejar todos juntos não haver sequelas piores.... por outro lado, o avô da mamã, que até já teve aqui direito a um post só para ele, está a chegar ao fundo do caminho... a luzinha está prestes a apagar-se e estamos todos muito tristes por isso... aguente-se pelo menos até ao próximo Sábado, avô. Quero mesmo desejar-lhe "uma boa viagem"....
Em stress. Nunca mais tiro férias nesta altura. Muitas coisas para contar. Umas muito boas e outras tristes, mas é a lei da vida... ai, que já está a tocar o telefone outra vez!

quarta-feira, dezembro 23

Votos

... de um santo Natal a todos os que por aqui passam!!!!
E já me esquecia de mencionar o vento que uiva lá fora e que me fez lembrar que tenho roupa estendida desde .. desde quê?... Domingo!!! E que, claro está, está prontinha a ser posta na máquina outra vez.... e coragem para lá ir fora apanhá-la!? Pira-te....
Tudo comprado. Quase tudo embrulhado. Sacões a postos para transporte dos ziliões de presentes espalhados (espalhados é mesmo a palavra...) por esta casa. Uns para casa de uns avós, outros para casa dos outros avós. Este ano organizámo-nos mais um bocadinho e só jantamos uma vez, abrimos presentes, ceamos noutra casa e abrimos outros presentes. Cansativo será, mas a malta aguenta. Ao fim e ao cabo, as casas dos avós são só a 5Kms de distância uma da outra. Podia ser mto pior...

Deixei tudo pronto no escritório. Ainda assim não vou totalmente confortável aqueles dois dias de férias, quando há tanta coisa para terminar até ao fim do ano. Nem prevejo a hora de saída no dia 31, mas isso são outros 500.... deixa-me cá aproveitar os próximos 6 dias que vão ser totalmente dedicados à família e à neve. Se houver disto lá por cima, mas enfim...

Outro assunto são as férias da minha Ivete. A minha Ivete pôs o mês de Janeiro de férias. Não gozou no Verão. Pois que goza agora. Pois que, de facto, dificilmente tinha calhado pior. As próximas duas sextas-feiras são feriado, pelo que agora já só cá entra dia 5 de Fevereiro! Cin-co-de-Fe-ve-rei-ro! Ohmeudeus... Vou armar-me em Dona de Casa Perfeita e não deixar acumular roupa para passar a ferro nem cotão debaixo da cama do miúdo. A ver vamos, como dizia o outro. Hoje até já passei o chão aqui do rés do chão a esfregona (e que gira que é a minha esfregona nova!) e limpei o pó. Isto é aquela história de ser novidade... daqui a uns dias já me passou... assim espero.

Pela boca morre o peixe...

Tocam à porta. Vêm chamar-me. É o chinês, Teresa. E traz presentes! Um aperto de mão e uma troca de palavras com muitos "éles" pelo meio e passou para o lado de cá uma embalagem chiquíssima da Dior com um perfume maravilhoso, enorme e que cheira maravilhosamente bem.
E eu, eram só sorrisos. Em jeito hipócrita, sim senhora!
Isto é aquilo a que se chama Começar bem o dia :)

terça-feira, dezembro 22

Continuam a faltar dois presentes. O bebé dorme. O papá está na maratona. Dos dois presentes, pois claro. E a máquina dos autocolantes não há meio de aparecer. Estamos prestes a desistir. Mas que grande chatice. Essa é que é essa...

Vou acabar uns embrulhos e deitar-me. Com a azáfama da noite passada, até me ardem os olhos, tal não é o sono.

Para amanhã, nem quero pensar no meu dia e nos ziliões de coisas que tenho para fazer. Aliás, deixar feitas, tendo em conta que agora só regresso dia 30. Vamos à neve. Se bem que com temperaturas mínimas de 8 graus ali para os lados do ponto mais alto do nosso Portugal, receio que de neve vejamos pouco...
E a chuvada desta noite? Aquilo é que foi! E eu, claro, acordada que nem velhota que acorda com os trovões, andei por ali a sirindar porque me parecia ouvir um pingar dentro de casa. Não era nada. Devia ser na varanda, mas aqui a menina não sossega enquanto houver barulhos, digamos, estranhos... o pintaínho também desassossegou e às 5h lá veio acabar a noite na cama dos papás.

Dos presentes... faltam 2. Mas o pior é que um deles é uma maldita máquina de autocolantes que é o presente para a Sobrinha e que não há em lado nenhum!!! Porquê? Porque decidimos deixar para o fim. Porque como já sabíamos que era aquilo, que era só comprar, que não se perderia tempo com ela... agora olha, é vê-los a correr todas as superfícies comerciais, a altas horas da noite, e a olhar, incrédulos, para as prateleiras vazias... mas o que é que deu na malta minorca para querer produzir autocolantes de empreitada, valhamedeus!?

E em vez de diminuir, a lista cresce. Ontem foram entregar a casa da avó R. mais dois presentes para o Benjamim. E quem oferece não constava na nossa lista de 47 pessoas. Que ao fim e ao cabo salta assim para 49... (suspiro)....

segunda-feira, dezembro 21

E 150 euros depois...

... ficam só a faltar uns... 5 presentes!

E até que nem correu mal! Quando saí é que já não se podia andar pelo Shopping que eu elegi. O pior foi mesmo a tarefa de entrar aqui, no Shopping onde é o escritório! Até assisti a um automóvel a fazer a manobra de inverter o sentido da marcha em plena rampa de entrada no parque!

E a senhora que estava na Fnac a pagar à minha frente deixou lá 270 euros!!!! De uma vez só! Claro que o total das minhas compras ultrapassa grandemente, mas grandemente mesmo, este valor, mas como foi tudo comprado às mejinhas, não choca tanto! 270 euros numa só loja, é dose...

Breves

1º dia de Inverno. Chuva, céu cinzentão. Tendo em conta que os preliminares desta estação foram o que foram, isto agora é para meninos....

Da nossa lista de 46 pessoas, faltam-nos comprar 11 presentes. Nunca ao dia 21 nos faltaram tantos, mas o espírito também é este: correria, lojas cheias, desejar Boas Festas mesmo até ao finzinho....

As horas do almoço, e até algumas horas de expediente, vão ser passadas assim: a correr, de listinhas em punho, mais isto para a avó, mais isto para os tios do Alentejo, mais aquilo para a tia Mimi....

sábado, dezembro 19

E o que me apetece arroz doce quentinho?!?!?!
Ai que vou ter que fazer... e é já!

A mamã tá doente...

Isto não anda nada bom... ai não anda, não.... ontem à noite ligeira moínha na bexiga, vontade de fazer xixi e depois não fazia, arrepios de frio. Sintomas que passaram quando me deitei. Hoje de manhã voltam cheios de força. Certeza absoluta que se tratava de uma infecção urinária. Depois de almoço, rumo ao Hospital da Cuf e realmente nestas alturas é que se dá valor aos seguros de Saúde. Entrei e numa hora fui atendida por dois médicos, fiz análises e saí de receita na mão. E sem pagar um tostão, essa é que é essa. Os sintomas estão a passar. Mas isto é uma chatice....

Preocupa-me ainda ter presentes para comprar e vontade zero de me enfiar em Shoppings. Mas vai ter mesmo que ser... Bufff...

sexta-feira, dezembro 18

Almoço de Natal

Uma pessoa fica tão mole, depois destes almoços... E sucede que fiquei sentada em frente a um dos administradores e a páginas tantas estava incomodada por não saber se havia ou não de avisar a colega que estava ao lado dele e que, por azar, ficou com um bocadinho de uma das ervas divinais que faziam parte da entrada, presa no aparelho dos dentes. Uma pessoa fica mesmo aflita, sem saber para onde olhar quando se fala com uma pessoa, com a qual não temos a mínima confiança, mas que achamos que é demasiado cruel não avisar da ervinha.....

Chuva, chuva e mais chuva. Que neura...

quinta-feira, dezembro 17

Sono em dia! Youpieee! Dormi que nem uma pedra! Directo! E por isso não tenho pinga de sono! Estou aqui fresca que nem uma alface! Pronta para mais um dia a correr. E no meio passo ali por um almoço de Natal com troca de presentes e deixo o meu contributo, já que almoçar, tás quieto... não há tempo.

Ontem, Jantar de Resoluções. E foram tomadas Grandes Resoluções, como aliás, é habitual. Muita gargalhada. Muitas confidências. E presentes. É bom recordar...

quarta-feira, dezembro 16

Ando mesmo a correr.... ziliões de assuntos, falta de tempo. Sono. Muito. Frio. Muito também. A noite passada levantei-me para vestir mais uma camisola. Resultado, tenho sono até mais não. Vacina dada. Pouco choro, vá lá!

Para hoje, jantar das resoluções. Cinco amigas. Numa cerimónia quase secreta em que abrimos o envelope do ano anterior, confrontamo-nos umas às outras com as decisões tomadas no ano passado. Nem me lembro do que decidi para este ano nem tão pouco do que vou resolver para o ano que se avizinha.... E do balanço do ano, assim de repente, tenho a dizer que mudei de casa e de emprego. Parece-me bem :)

terça-feira, dezembro 15

Gripe A - Take 5

Amanhã vamos vaciná-lo. Angústia pela previsão do choro terrível....
E faz hoje 6 meses que comecei a trabalhar aqui. O tempo voa mesmo. Qualquer dia tenho o miúdo na escola primária, bolas....
Não é suposto as pessoas que estão destinadas a embrulhar os presentes de natal à porta das diversas lojas sejam, por natureza, pessoas despachadas e rápidas e tuditudo?
Epá, não são. Ponto. Ai que nervos, que nervos, que nervos… mas entretanto despachei mais 3 presentes pró papá que, a bem da coisa, já está como há-de ir. Fiz assim umas contas muito por alto e já gastei… hum… muito.
O frio insiste em gelar-me os pés. Ontem não os consegui aquecer todo o santo dia. O bebé dormiu com dois pares de calças e um casaco de malha. E acordou quentinho. Vá lá... daqui consigo ver o sol a brilhar entre as colinas Lisboetas, mas quase que dá para sentir o vapor a sair das bocas das pessoas que estão ali à espera do autocarro. Bolas...

Hoje conto passar a hora do almoço num espaço comercial sobejamente conhecido que dá pelo nome de AKI. Comprar presentes de Natal no Aki?, perguntam os entendidos.... pois claro. Tendo em conta que a lista de presentes do papá começa no desenrolador de mangueira, passa pela tesoura de poda e acaba ... sei lá onde é que acaba... já estou baralhada com tanto frio ...

segunda-feira, dezembro 14

Inverno? Pois claro...

Por aqui anda-se a mil. Mas anda-se bem. Agora vou almoçar. Está um frio de rachar e os homens aqui das limpezas das janelas da torre mantêm-se pendurados de esfregona na mão. Bolas.... Pela primeira vez na minha vida tenho uma frieira na mão, tal não é o frio....

domingo, dezembro 13

A velha máxima que diz que se queres as coisas bem feitas, fá-las tu é bem verdadeira.
Hoje é dia de limpezas, digamos... profundas... (suspiro...)

sábado, dezembro 12

Com ben-u-ron antes do óó a coisa até se safa... até às 6h noite normal. a partir das 6h, na cama dos papás é que se está bem, olha que história! :)
Sol! Está um sol maravilhoso lá fora! E um friozinho daqueles mesmo bons! Casa quentinha, chá e torradas daqui a nada, programa com o piolho a ver se despachamos os presentes do papá... ao fim e ao cabo faltam uns 12 dias pró Natal! A lista já vai em 43 pessoas (ah pois é!!...) e nem os principais presentes estão comprados... ai ai ....
E para logo temos cá jantarada. Sobre o menu... nenhuma ideia. Nada. E a sobremesa estragou-se numa tentativa que correu mal do papá transformar um melão mto maduro numa mousse-de-qualquer-coisa-com-melão-e-leite-condensado...

sexta-feira, dezembro 11

Caninos malvados...

E a saga continua. Noites atrás de noites com gritos de dor. Coitadinho do meu pintaínho :(
E a mamã aqui anda podre de sono. E hoje lá foi passar o dia com a avó L. E andaram de "gumgum" e foram buscar a prima à escola. Só coisas boas para contar. Estou desejosa de o ir buscar para ele me contar só com o brilho daqueles olhinhos lindos!
Maneiras que ontem lá me meti ao caminho no meu carrinho, comprar a casinha. Cheguei lá, escolhi, mas olhe que esta é das grandes, mas olhe que é muito pesada, não faz mal, eu acho que não há problema, desde que me ajudem a pôr no carro, lá paguei, toda satisfeita da vida, ah e tal, afinal não podemos sair da loja para a ajudar... e lá me pus ao caminho até ao menos dois. Escadas rolantes. Primeiro desafio. A caixa tinha, de facto, um tamanho assustador. Umas acrobacias depois, lá consegui chegar perto do carro com o caixão literalmente às costas. Olhei pró carro e imediatamente percebi que aquilo não ia caber. Bancos para trás? como é que se põem os bancos para trás? tirar a cadeirinha? como é q se tira a cadeirinha? Bom, eu lá me arranjei e com os bancos para trás e a cadeirinha passada prá frente, sabe Deus como, a caixa não cabia na mesma. Muito suei. Bolas. Mto me ri também da minha figura naquele parque de estacionamento... decisão final: tirar peça a peça. Coube rés-vés-campo-de-ourique. E lá vim toda contente com uma Casa Rancho na parte de trás do meu popó.
Ele vai adorar!

quinta-feira, dezembro 10

Noite dos diabos. Um malvado de um canino que saiu, literalmente, da gengiva esta noite, e sangrou a almofada da cama da mamã. Muito sono, portanto. A ver se acordo no Toys’re us. A hora do almoço vai ser passada, literalmente, no mundo dos sonhos e dos brinquedos... :)

E em dia de consulta....

Tento abstrair-me com toda a força e não pensar no assunto.

quarta-feira, dezembro 9

O sono apodera-se de mim a passos largos. Nem vou lá fora apanhar a roupa, porque a julgar pelo nevoeiro que por aqui caiu todo o santo dia, o mais certo é estar húmida. Cama, húmidazinha, aí vou eu :)

Ser mãe de um rapaz....

.... significa que pode acontecer que ao trocar a fralda antes do óó, não se usar fraldário...porque sim... e enquanto se conversa com ele... e tá tá tá... e ai tão lindo que é o bebé da mamã... e agora vamos cantar e ver o livro dos ursinhos.... começa-se a sentir a cama a ficar molhada e ele com um ar muito relaxado a ficar com-ple-ta-men-te-en-char-ca-do de xixi....
E toca de lhe mudar a roupa to-da. Umas gargalhadas depois, acho que já me deitei por cima da "poça quase seca" e nem dei conta. Acho que nem vale a pena contar ao papá que quando vier da bola vai cair redondo na cama e não dá por nada. Tão certo como ser mãe de um rapazola lindooooooo....

Azar dos Azares

Para além da história macabra (sim, macabra...) do tampão caído no chão, hoje foi um e-mail pessoal que o Senhor Presidente apanhou na impressora, entrou aqui na sala e disse: "Zapp? De quem é este e-mail que se chama Zapp?"
Aqui a menina mudou de côr e disse baixinho e entre-dentes: "É meu..."

Vá lá não ser do Toys're Us ou do Aki, já que ando desesperada à procura de uma casinha de jardim para os avós oferecerem ao Senhor Piolho...

terça-feira, dezembro 8

Imaculada Conceição

Ontem parecia Sexta-feira e hoje parece Domingo... Daqui vejo os raios de sol a entrarem por entre a roupa estendida lá fora. O bebé dorme. O papá já plantou um limoeiro ("O limoeiro") e anda por ali de pá e enxada na mão a jardinar. A lista dos presentes de Natal diminui, mas está longe de ficar completa. Hoje de manhã comprámos mais umas coisinhas. A mesa ali ao fundo mantém-se cheia de pistas natalícias! E vai ser assim até dia 24, parece-me...

Das coisas menos boas tenho para contar que nos assaltaram o carro. Aqui mesmo, à porta da nossa Casa Amarela. Levaram todos os CD's que por lá moravam (to-dos!) e o GPS. É uma sensação muito estranha, saber que se sentaram no meu banco, mexeram em tudo e levaram o que quiseram. E a esta hora os Senhores-Assaltantes podem estar a ouvir o CD das Músicas da Carochinha... ou o dos Nirvana... ou o do Cat Stevens... ou o que estava dentro do rádio que era o do Mark Knofler e que ouvia todos os dias. Podia ter sido pior. Podíamos ter estado lá dentro e aí sim, era uma coisa mesmo má para contar. Assim, é só preciso comprar outro CD das Músicas da Carochinha, porque sem os outros até conseguimos viver. E sem o GPS também.

domingo, dezembro 6

É oficial!!!



Cá em casa já é NATAL!!!!

E, até ver, as bolas, os pais Natais, os flocos de neve e as estrelinhas mantêm-se penduradas. Se bem que um dos flocos de neve já andou num vê-se-te-avias nas mãos do sr. Piolho... mas voltou à base, ou melhor, à árvore, e por lá pára.

Dia perfeito: chuva lá fora, arroz doce quentinho, chinelos e enfeites por toda a casa. E é ver os olhinhos a brilhar....

A magia do Natal é isto: fazer de simples coisas momentos extraordinários. E nós fizémos!

Esta constipação é que não há meio de se pôr a andar... faz hoje uma semana estava de molho, cheia de febre. E ainda não me sinto totalmente recuperada, tanto tempo passado... bolas...

Outra novidade daquelas mesmo BOAS é que já temos janelas nas casinhas do jardim! Ena, ena! Até já fiz uma máquina de roupa, mesmo sem a poder estender, implicando com isso, talvez, ter que a lavar outra vez.... (suspiro...)

sábado, dezembro 5

E a mesa da sala de jantar está quase, quase como eu gosto: cheia de presentes por embalar, de papéis coloridos, de fitas, laços e afins....

sexta-feira, dezembro 4

Torre Vip

Já me tinham dito que a torre onde eu trabalho é conhecida como a Torre Vip ali do sítio. Eu até já me tinha cruzado com algumas caras conhecidas nos elevadores. Hoje vim com o Armando Vara. Devo dizer "Sr. Armando Vara" ou "Dr. Armando Vara"?... ui, isto até dava pano para mangas...
Enfim, o que é digno de registo é que a personagem a que me refiro não só entrou no meu andar sem me dar prioridade na entrada, [não é que as senhoras tenham pespegado na testa um daqueles triangulos ao contrário que se vêm à entrada de alguns cruzamentos ou entroncamentos, mas enfim... ] como não disse "Boa tarde" a nenhuma das pessoas que já viajava no dito e à saída, conseguiu fazer a proeza de atropelar uma senhora que demorou mais um bocadinho a perceber que já tínhamos chegado ao piso zero e nem desculpas pediu. Ficou registado, sim, pois que ficou. Buff....
Mantive-me por cá. 43 mails respondidos depois, vou para casa. E hoje é dia de compras com a avó e o tio. E os meus mais velhos vão jantar fora. A casa da avó L., claro. E para o fim de semana temos uma festa de anos com muitos meninos e meninas pequeninos e vamos fazer a Árvore de Natal! Youpieeeeeeee!!! :)

Estado actual:

Entupida, ranhosa, sentada à secretária a despachar assuntos urgentes. Com ordem do chefe para me pôr ao caminho. De casa, leia-se.
Piolho a superar a constipação. E ontem conheceu o mundo cómico dos puns no banho :)

quarta-feira, dezembro 2

16 semanas

Animal feroz na maca. Nunca o tínhamos visto assim. Nem nada parecido. Começou a chorar quando o despi e o médico o auscultou e só terminou a berraria já vestido, quando lhe passei a bolsinha dos documentos para a mão a ver se o acalmava rapidamente. A carga de nervos que o miúdo apanhou foi mesmo muito grande. Coitadinho do meu amor pequenino... Está fino, comprido e cabeçudo, mas tem que engordar mais. E toca de encher o prato de sopa e, até ver, 3 conchas é a dose. E mais houvesse. Vai ser vacinado contra a malvada da Gripe A e tem nova receita de Prevenar.

Vingança?

Ontem fui esperá-lo à porta, de braços abertos, ainda que ao longe e sem poder enchê-lo de beijos como me apetecia. Entrou, saiu do colo do pai e nem olhou para mim... seguiu em frente, na sua linguagem de bebé, pegou num brinquedo, passou os olhos por mim que entretanto quase gelei e deu a entender que sim, que queria subir e ir brincar para o quarto porque afinal há dois dias inteiros que não brincava em casa... amuado, continuou assim quase todo o serão, mal olhava para a mamã, era só papá, papá, papá, os brinquedos, a papa... e só quando nos deitámos, como habitualmente, na cama dos papás a contar histórias e a cantar cantigas que ele conhece que, de repente, gatinhou até mim (que mantinha a tal distância de segurança), aninhou-se no meu colo como um gatinho e deu umas turrinhas carinhosas que quase me fizeram chorar... as saudades do colo da mamã foram mais fortes do que o orgulho de manter o amúo de dois dias sem me ver. Este amor não tem explicação. O meu filho é um amor de bebé. E eu sou a mãe mais babada do universo! É isso.

terça-feira, dezembro 1

E também não me posso esquecer de fazer aqui um apontamento sobre a consulta das 16 semanas, mas agora não posso... estou em pulgas porque ele vem a caminho! E vou poder abraçá-lo... mesmo que seja só de longe ....

Chegam a sufocar...


... as saudades que sinto do meu piriquito....

Coisas boas e menos boas pra contar

No casamento do Alentejo foi uma euforia com os animais: ele foi burros, ele foi cavalos, ele foi cabras, ele foram veados... cães... uma loucura! O sr Piolho deu de comer a muitos deles e andou feliz! Da festa não aproveitámos tanto quanto o papá, mas fomos contentes cedo para a caminha e no dia seguinte acordámos frescos e prontos para mais um dia com os animais da quinta!
O problema foi que a mamã trouxe uma gripe valente e está de molho deste ontem :(

Dores no corpo, febre, tosse, o típico quadro clínico de um estado gripal, seja ele A, B ou C. O que é certo é que a primeira medida que tomámos foi levar o V. para casa da avó R. e por lá anda, feliz da vida. O coração aqui da mamã é que está pequenino, pequenino de saudades!

Hoje já não há por aqui febre, mas as dores no corpo são mais que muitas. Desci só para comer qualquer coisa e dar uma folga ao enfermeiro que tem sido do melhor que há, mas que ainda está óó a aproveitar a manhã do feriado. Vou já enfiar-me outra vez entre os lençóis porque é lá é que recupero mais depressa para que o ai-Jesus da casa possa regressar rapidamente e dar muitos abracinhos à mamã!

sexta-feira, novembro 27

Estou exausta

Mas fiz tudo aquilo que me propus.
Agora falta só o resto....

A correr...

Mal me sento aqui na secretária. Fiquei chocada com a quantidade de gente que entra na Câmara Municipal de Lisboa, para começar a trabalhar, entre as 10h30 e as 11h da manhã!!! E consegui ir à Câmara e não apanhar uma molha, mas foi por pouco!! Contrato dos chineses mal-encarados assinado e cheque do lado de cá. Escritura em Aveiro na próxima 4ª feira. Ao menos isso! Fui num instante ao cabeleireiro e estou com um cabelo estupendo! E até está mais comprido do que eu achava! E até olho durante mais tempo do que o habitual para as montras que espelham este cabelão, agora sim, penteado. Para logo consulta do Sr. Piolho e eventualmente uma receita de vacina non grata. E vamos já dormir ao Alentejo para o casamento de amanhã, no meio dos cavalos, do burro e das cabras. Aquilo é que vai ser. Debaixo de chuva, claro está. Se não nem tinha a mesma graça....

quinta-feira, novembro 26

???

Mas o que é que passa com os comentários a este blog?!?!?
Recebo-os no e-mail mas depois não aparecem aqui!!
Eu não alterei nada no perfil!!!!
Help!!!!!

Desabafos...

Há momentos, no elevador, entrei ao mesmo tempo que uma outra rapariga e comentei qualquer coisa como "Está mesmo frio, bolas!"
Do caminho entre o piso zero e o quinto andar onde ela saiu, consegui saber que anda muito em baixo de forma, que tem muita roupa mas que anda sem paciência para decidir o que vestir e que por isso nem traz roupa suficientemente quente para o frio que se faz sentir, mas que nem por isso anda a bater o dente. E eu, tudo bem....

quarta-feira, novembro 25

E rai'sparta mais ao homem que cá andava a rebocar as casinhas que hoje não deu as caras nem disse nada!

Dias preenchidos

Deixei coisas a fotocopiar, fui à Câmara de taxi e debaixo de uma chuva torrencial. Percebi durante o trajecto que não tinha dinheiro para pagar o táxi, nem tão pouco cheques como alternativa. O senhor taxista era dos simpáticos e nem foi preciso deixar nada no veículo para ir levantar o dito. Sempre debaixo de chuva, claro. Na Câmara demorei, quê?... 5 minutos. Os outros 40 passei no caminho de regresso. Trânsito infernal, sempre que chove em Lisboa. Antes de ir buscar as cópias que entretanto ficaram prontas, comprei (e comi!!) uma dúzia (U-MA-DÚ-ZI-A!!!) de castanhas assadas, ainda debaixo de chuva. Mandei o que tinha que seguir sem falta pelo correio, respondi a mails, tentei por meias palavras, dar a entender a quem de direito que me dava muito mais jeito que a escritura passasse para a semana e pus-me ao caminho, debaixo de chuva e do tal trânsito infernal. Fui buscar o Piolho. A partir daqui, o frenesim do meu dia ganha outra dimensão. Toca de desarrumar tudo do quarto, brincar, brincar, brincar. Banhoca. Jantar. Tenho uma listinha na mala para não me esquecer de nada (ai a mala...) para o fim de semana e ando a ver se deixo muita coisa adiantada hoje. Ele já dorme. O mais velho joga à bola. Debaixo de chuva. Já preparei a mala do piriquito. Vou agora atirar-me à nossa. A ver se desta vez a levamos :)
O que vale é que hoje é dia daqueles almoços mesmo bons!
Com companhia supimpa!
Tenho tantos, mas tantos assuntos entre-mãos, que os molhinhos de papéis em cima da secretária, no separador dos "pendentes" já quase não cabem... e ainda tenho que ir à Câmara (mas porque é que me calha sempre ter que ir à Câmara em dias de chuva!?!? Que raio de coisa....), aos Correios e à Loja das cópias. Nas empresas mais pequenas acontece isto: como somos poucos (mas bons), todos fazemos tudo e quando pegamos num assunto levamo-lo até ao fim, implicando com isso irmos tirar as cópias dos documentos e pô-los directamente no correio. E o que me está a aborrecer é que me marcaram uma escritura na sexta-feira em Aveiro. Ora ir para Aveiro a uma sexta-feira, véspera de fim-de-semana-daqueles-grandes-e-bons, e ainda por cima com consulta de pediatra do Sr. Piolho ao fim do dia, não me está a parecer nada bem... e o pior é que não posso chegar lá e ter cara feia porque os clientes não têm culpa nem têm nada que ver com o facto de nesse dia ainda irmos para o Alentejo, porque o casamento é no dia seguinte... e já tou cansada só de pensar nisso!

terça-feira, novembro 24

Ritmos

É inacreditável as coisas que se conseguem fazer, organizar, arrumar e planear num serão durante a semana. Entre brincadeiras, banho, roupas, loiça, pequeno almoço e afins, todos os dias há um ritmo igual, saboroso porque funciona na perfeição, mas que me deita por terra quando o relógio ultrapassa as dez e meia. As pálpebras pesam, mas pesam a valer... E não conto a parte do jantar porque o papá é um exímio cozinheiro e salta lindamente a fasquia dos jantares medianos. Mto mais alto. Mesmo. Para hoje, e não só porque tínhamos cá o tio P., ofereceu-nos um linguini preto com gambas e azeitonas, salpicado de rúcula directa da horta. Ma-ra-vi-lho-so. E maravilhoso vai ser também o óó que se segue...
E hoje temos o tio P. a jantar e eu não faço a mais pálida ideia qual será o menu.... valha-me o meu marido cozinheiro!
E não é que mesmo com este briol que se abateu sobre a nossa capital os gajos que limpam os vidros mantêm-se por aqui, pendurados, como se não houvesse amanhã!? Será que a adrenalina que acompanhará, digo eu, este tipo de tarefas, supera o frio que eles sentem ali em cima?!
Bolas....

Para onde olham os homens?

Hoje na rádio leram um estudo daqueles muito científicos sobre para onde é que os homens olham quando vêem uma mulher:

1º para o sorriso
2º para o cabelo
3º para o decote.

Não acredito em estudos científicos.
Acho que olham 1º para o decote, depois para o decote e no fim ainda espreitam o decote.
Humfff...

segunda-feira, novembro 23

E quando se recebe um mail assinado "Sandra Saraiva, Dra" tem-se logo muita vontadinha de responder qualquer coisa como "Exma Senhora D. Sandra Saraiva, Dra" :)

Coca Cola Light

E precisamente às 16h30 descem uns tipos aqui pelos nossos vidros, situados, relembro, num 7º andar muito alto, de esfregona em punho, ou lá o que é aquilo, prontos para lavarem os vidros, imundos, leia-se! No entanto, nada, mas mesmo nada têm de glamorosos.....

Natal - take 2

Eu adoro o Natal! Como eu adoro o Natal, meu Deus!
E hoje lá fizémos umas compras, depois de almoço. Brinquedos e chocolates. Mas estou com um problema: a lista de pessoas, em vez de diminuir, vai aumentando... e já lá vão 36 pessoas. Vou-me lembrando e vai de acrescentar. Espero que páre por aqui.

Do fim de semana, muito descanso em solo Ribatejano, muita ronha domingueira, gavetas arrumadas, fotografias nas paredes do quarto do Sr. Piolho e mais uns pormenores que só damos por eles em dias de Domingo :)

Prevê-se uma semana atarefada e um fim de semana ainda mais animado: casamento por terras Alentejanas, com cheiro de praia e pradaria. Animais e festarola. Vão haver histórias para contar, por certo.

domingo, novembro 22

Arrumações

Atirei-me às gavetas (que vieram cheias e desarrumadas, tal como estavam, no dia da mudança) e arrumei todas!!!!! Aquilo é que foi! Pus roupa de parte, organizei por tipos e até por cores; estão que nem brincos!! E descobri soutiens que já nem me lembrava que tinha! :)
Vou mas é aproveitar esta onda, mais a sesta do bebé e o papá ter ido ao Aki, e vou atirar-me a alguns caixotes do escritório que por lá param há quase 2 meses (Jesus, já cá estamos há quase 2 meses!...) e não são todos para as casinhas. E a seguir faço um bolo. Ah pois faço!

sexta-feira, novembro 20

Zzzzzzz

Tenho tanto, mas tanto sono, que parece que não dormi toda a noite. O que eu não dava agora por uma sestazunha antes do jantar... essa é que era....

No elevador

Há momentos subi de elevador com 3 miúdos, dos seus 10, 11 anos. Um deles cedeu-me a passagem e as portas quase fecharam nos entretantos. Um deles comentou baixinho: "Quase perdemos o elevador por tua causa!" Ao que o rapaz respondeu, ainda mais baixinho: "Mas a educação nunca se deve perder!" Claro que esbocei um sorriso e claro que tive que lhes dizer que fizeram lindamente, que deverão continuar sempre assim porque há sempre quem repare e valorize! A ver se não me esqueço de educar o meu vasquinho assim: independentemente de perder muitos elevadores na vida, primeiro deve estar sempre a boa educação.

quinta-feira, novembro 19

Uma hora e quarenta minutos. Calhei ficar sentada mesmo em frente do chinês que se espreguiça e boceja. Ainda falou alto. Umas duas vezes. Mas até correu bem. Quase que assinámos. Ao menos isso. De resto, mal eles sairam corri para a casa de banho, lavei e desinfectei as mãos e enquanto lá estava dentro, eu e mais 10 pessoas, quase consegui ver os virús que pairavam em cima da mesa.... bufff

Gripe A - Take 4

E o senhor da minha reunião das 15h enviou-me agora um e-mail a dizer que não vai poder estar presente porque está em casa, com gripe. Da A.

Natal - take 1

Iniciei formalmente as compras aos presentes de Natal. Aí fui eu com paciência aqui ao Pão de Açucar do Shopping e ao fim de 15 minutos já não tinha espaço nas mãos: bombons, livros, águas de colónias e géis de banho, presentes que se repetem todos os anos, que são certo e sabido que tenho que comprar para as mesmas pessoas que, também elas, já contam recebê-los. Só falta embrulhar. E isso é que é o espírito: tudo espalhado em cima da mesa da casa de jantar, papéis de embrulho, laços e fita cola!
E da minha listinha (que de "inha" tem muito pouco) já risquei... hum... 2 pessoas. Há presentes que são complementos. Não posso riscar já.

Já me cheira a Natal, essa é que é essa....

1º Emprego

Hoje está cá uma miúda, filha de uns amigos de uma colega, a fazer a vez da Catarina-engripada. A miúda é muito gira, tem 18 anos e estava muito nervosa. O trabalho é de escritório, atender telefones e pouco mais. A primeira chamada que atendeu era para mim. O meu telefone tocou e ela disse: "É para si. É um senhor... mas eu já não me lembro do nome dele...." :)

Fez-me lembrar o meu primeiro trabalho. Eu tinha aí uns 16 anos e fui substituir, por duas tardes, a miúda da lojinha dos doces do centro comercial perto de minha casa. Vendia pastilhas, gelados, gomas, essas coisas. E lembro-me que também eu estava nervosa. Quando apareceu o primeiro cliente e me pediu um Super Maxi eu gelei e perguntei ao senhor "Super Maxi?! O que é isso!?"... ehehehhhehe

O que é certo é que a miúda se tem safado bem e até parece que foi secretária a vida toda!

quarta-feira, novembro 18

Um sono dos diabos....

É certo que já estou de pijama e que o ambiente aqui em casa tá quentinho que só visto. É certo que o papá está no futebol e o sr piriquito dorme descansadinho. É certo que arrumei a loiça da máquina, pus lá a do jantar, preparei a mesa para os pequenos almoços, fiz a mochila dele e arrumei roupa dobrada. É certo que Portugal lá se safou e ganhou aos mal criadões dos Bósnios e que o meu irmão já tem o carro novo que lhe foi entregue há bocado. É certo que até já bebi um leite quente e umas bolachas daquelas proibidas, ainda por cima à noite, mas a fome apertou. Mas o mais certo de tudo é que não me escapo ao T.P.C. que trouxe para fazer porque não quis sair tarde do escritório e amanhã tenho que o levar pronto. Rai's parta mais aos chineses e ao Contrato Promessa de Arrendamento que chama por mim....
E amanhã tenho cá outra vez os chineses mal educados.... buff....

Momentos...

Há momentos cruzem-me com o Pedro Ribeiro, o da rádio Comercial, ali em baixo num dos corredores do Shopping que frequento diariamente. E sorri-lhe. E ele respondeu ao sorriso. Deve acontecer-lhe isso com frequência: as pessoas ouvem-no todos os dias e ficam com a sensação (parva, se calhar) que o conhecem e por isso cumprimentam-no. Foi giro!

Depois andei de táxi com uma taxista a conduzir. E que bem que me levou até à Baixa! Mto cuidadosa e nada azelha. Faz cair por terra a teoria de que as mulheres são umas nabas ao volante e que por isso não deverão ter profissões que impliquem conduzirem outras pessoas...

E estive umas duas horas na Baixa Lisboeta, entrei em 3 lojas e consegui não comprar um único trapito!

Gripe A - Take 3

Temos uma colega que está em casa há uma semana e meia a tratar dos 3 filhos e do marido. Todos doentes. Agora, todos recuperados. Ligou a dizer que agora está ela. 39º graus de febre e dores no corpo. Tratou da família e adoeceu a seguir. Está de molho mais uns dias. Descanse Catarina. Nós cá nos aguentamos.
Ontem o Vasco quis porque quis adormecer com o carro dos Bombeiros. O “gumgum”, como ele lhe chama. E nós deixámos. Sempre que lá ia tirar-lho, ele acordava e choramingava. Pois bem, deixei ficar o gumgum ali ao lado da almofada, embora com receio de que se magoasse. E ele lá adormeceu agarrado ao brinquedo. Feliz da vida. Hoje quando acordou já não se lembrava, até porque já lá não o tinha, evidentemente. É fácil fazer estas pequenas vontades aos nossos bebés. No outro dia quis levar o mesmo brinquedo para o banho. E levou. E tão contente que ele estava por brincar com ele dentro de água! É fácil vê-los felizes pelas pequenas coisas. Lá em casa, por enquanto, há-de ser assim: pequenas coisas que para ele são tudo e que para nós, não fazem qualquer diferença.

terça-feira, novembro 17

Passei ali nas escadas rolantes e ia uma avó, daquelas chiques, com a neta, aí com uns 8 ou 9 anos. A neta queria porque queria descer as escadas rolantes pelo lado em que se sobem e dizia que sim, que conseguia, que não se ia magoar e que era rápido… a avó não perdeu as estribeiras, não se enervou nem sequer falou mais alto com a miúda. Pôs-lhe a mão no ombro, segredou-lhe qualquer coisa ao ouvido e a miúda desistiu do propósito e sorriu-lhe…. Eu quando for avó vou ser assim: vou fazer sorrir os meus netos que tentarem descer as escadas rolantes ao contrário….
Fui à manicura e já estraguei uma unha, caramba!

segunda-feira, novembro 16

E mais a carne de porco que comi ao almoço com quem ainda não parei de conversar toda a tarde......

Tarde de chuva...

Fui à Câmara Munipal levantar uma documentação. Fui num taxi cuja temperatura interior devia rondar os 30º. Apanhei uma molha que só visto. Fiquei molhada até aos ossos. Troquei umas 5 palavras com o senhor do guiché e no regresso consegui acertar em cheio com o pé numa poça de água. O meu sapato salto agulha ficou que nem pinto... e a minha tarde resume-se a isto.

Mazelas de um fim de semana e tanto!

Todos me avisam que são as primeiras de muitas mais, mas custa-me muito olhar para a carinha laroca e ver a testa com uma nódoa negra e um vergão, mais o dói-dói pequenino ao pé do olho, tão azul... Passou o fim de semana a cair. Foi isso. Caiu para cima da calha da janela da sala e rasgou a testa em 2cm, tropeçou sabe Deus em quê e foi de encontro à parede da casa de banho, e ganhou outro galo rôxo. A seguir conseguiu trilhar um olho na mesa do computador do papá e toma lá mais um arranhão. Bolas....

O que valeu foi que nos entretantos fomos a um concerto para bebés no Oceanário e ele adorou os peixinhos. O concerto, nem por isso ligou muito. Ele queria era ver os tubarões, as raias, os peixinhos pequeninos e ainda tirou uns quantos instrumentos aos palhaços que por lá estavam a tentar que os meninos e meninas dançassem e cantassem. É muito dado, o meu filho. Levantou-se e lá foi ele explorar, sozinho, tudo o que por lá havia para mexer e que estava ao alcance dele. Foi uma manhã de Domingo muito bem passada!
Mais o almoço nos avós, mais a festa da C. que ele não foi porque adormeceu no carro e tivémos pena de o acordar, mais a noite passada em casa dos avós (aquilo é que foi farra....) e os queques que o papá fez ontem, a ouvirmos a chuva...

Para o concerto de Sábado, três sílabas: BE-RU-TAL :)

sexta-feira, novembro 13

E amanhã:

É que vai ser saltar!!!!

Sexta-feira 13

Eu cá já cá tenho a minha dose de azar por hoje: deixei cair um tampão do bolso, sem dar conta, e quem é que o apanhou e mo devolveu? Foi o presidente da empresa.
E mais não digo.

quinta-feira, novembro 12

A minha mãe:

A minha mãe é a pessoa mais emotiva e de paixões que eu alguma vez conheci ou vou conhecer. É daquelas pessoas que "se não existisse, tinha que ser inventada...". Escorpiã de signo, dispara para todos os lados quando a mostarda lhe chega ao nariz, nunca levou "desaforo para casa" e roda a baiana por tudo e por nada. Mau (para não dizer péssimo) feitio de nascença, que tem refinado com a idade. Filha única de pais trintões, o que há 61 anos não era muito habitual. Mimada que só visto, se as coisas não correm como ela idealiza faz birra como as crianças. Há aliás muitas situações em que ficamos na dúvida quem é o mais infantil lá de casa: se ela ou se o neto. Ou ama ou odeia. Quando ama, é com todas as forças que tem no peito e ai de quem disser ou fizer mal aos dela... vira bicho! Protege, defende, torce, dá a vida. Pelo contrário, quando odeia, é rancorosa, não esquece e deseja o mal, com tudo o que isso implica. Sente as dores dos filhos e do marido mil vezes mais do que nós as sentimos. Quando a minha vida deu uma volta, daquelas más, ela andava angustiada, chorosa pelos cantos, preocupada, sem vida... só voltei a ver-lhe "aquele" brilho no olhar quando lhe anunciei que ia ser avó. E desde então nunca mais perdeu o cintilar nos olhos. Vive para o neto. Pouco mais importa. Do alto dos seus 61 anos, é agil e bem disposta como só ela! Dá gargalhadas e fala alto e a sala enche-se quando ela está presente! Não me imagino com uma mãe diferente. É a minha mãe. E eu adoro-a assim. Parabéns avó Rosa :)

Dos nervosinhos do trânsito....

Eu sou daquelas pessoas que não se costumam exaltar no trânsito. Quase nunca me irrito. Muito menos de manhã, quando venho em piloto automático... Hoje, na rotunda perto da casa da avó R., deixei passar dois automóveis que queriam entrar na rotunda. O 3º automóvel que vinha atrás destes, claramente em dia-não, toca de apitar como quem diz "eu também vou passar!!" e toca de avançar e quase bater no meu carro. Eu respirei fundo e pensei: "Não me vou exaltar no dia de anos da minha mãe...." e só lhe balbuciei para que tivesse calma, que sim, que podia passar. O senhor parece que ainda ficou mais enervado por isso, queria conversa, abriu o vidro e gritou qualquer coisa que eu não percebi, mas que pelo tom seria do género "...deve pensar que por ser mulher tem prioridade..." mesmo a pedir Conversa... eu não lha dei... segui o meu caminho.
Estes condutores são perigosos. São daqueles que guardam uma pistola debaixo do banco e disparam sem pensar. E isto tudo às 8h30 da manhã. Eu imagino aquele senhor às 19h da noite e em dias de chuva forte....

quarta-feira, novembro 11

Raispart'ó dente!

Não é que o lençol da cama do miúdo tem uma mancha de sangue ao pé da almofada!? O estupor do dente não só rompeu a gengiva pequenina a noite passada, como fez mesmo dói-dói com sangue e tudo!!
Agora compreendo o mau humor todo o dia... agora percebo a noitada... coitadinho do meu piriquito pequenino... :(

O avô lá chegou bem, jantarada a contar as novidades do mês que passou, programar o dia de festa de amanhã e as milhentas coisas que ele tem para fazer nos 4 dias que cá vai estar: almoços, jantares, concertos, passeios, conhecer a Casa-Amarela... isso sim, não pode faltar! Conhecer o Amarelo da Casa-Amarela!

As casinhas já têm telhado! Uffa! Sr. São Pedro, podes mandar chuva à vontade que já não me encharcas a futura-lavandaria-arrecadação-oficina porque o papá é lindo, trabalhou que se fartou e conseguiu que o céu aberto desse lugar a um telhado maravilhoso, com placas não sei de quê, pesadas comó caraças, mas que já lá estão. Onde devem estar!
São 17h41 e é noite cerrada. O que eu gosto do Verão, meu Deus....
O avô está prestes a aterrar. Tenho tantas saudades!!!.....

Piriquito constipado.

Olhos molhados, choro de mimo e sono, rabujento que só visto. Apetecia-me ter lá ficado e dormir a sesta com ele. Saiu o pré molar que não havia meio de dar as caras. Espero que seja só isso... Esta noite veio para a cama dos papás. Li em qualquer lado que se os adultos sentissem agora as dores dos dentes de leite a nascer, ficavam loucos. A minha mãe costumava dizer, quando nós estávamos doentes, que se pudesse, era ela que ficava doente, ela era que sentia as nossas dores.
Queria ser eu a estar constipada e até aguentava que me nascessem mais uns... quê?.. sete pré molares outra vez, só para não ver o meu piolho assim aborrecido...

Ouro africano?

Amanhã a minha mãe faz anos. É dia de festa, claro está! O meu pai chega hoje. Calha mesmo bem. Ontem ligou-me a perguntar qual o número do dedo da aniversariante. Sei lá, pai! Ah e tal, vou fazer-lhe uma surpresa e comprar-lhe um anel. De ouro argelino. O meu pai não tem lá mto bom gosto, confesso. Normalmente eu tenho que pensar nos presentes que nós oferecemos, mais o presente que o meu irmão oferece e o que o meu pai compra! Este ano despreocupei-me e é isto! O meu irmão lá tratou sozinho e o avô atirou-se às jóias.... tenho algum receio que a minha mãe, com o coração na boca e a sinceridade ali mesmo ao lado, mal abra o anel, diga qualquer coisa do género: "Ouro africano!? Hum...!!?" ou pior...
Não estou lá muito satisfeita com os nossos presentes... o do Vasco ela vai adorar. Claro. Um porta chaves com a carocas dele daquele sítio mágico http://lojinha-doce.blogspot.com/ :)
Nosso fiquei-me por um livro para aprender italiano para principiantes e uns brincos. Vou ali abaixo agora num instante comprar um poncho (é poncho!?) que está na montra desde o início da semana e que eu acho q é a cara dela!

terça-feira, novembro 10

De hoje:

Um anel. Feito por ele. Um limoeiro. Com 2 anos de idade. Tudo pensado. Vale o dobro.
Jantar a dois. Delicioso. A relembrar aquelas férias maravilhosas, recordar aquelas paragens longínquas...

Natal, o início.

O Natal cá deste lado é vivido muito intensamente! Agora com o sr piolho ainda há-de ser mais!
No ano passado ele era muito pequenino, participou no que podia, com a presença que ilumina o espaço, mas este ano é que já vai ter graça porque no dia em que montarmos a Árvore de Natal e o Presépio, vai ser um vê-se-te-avias para mantê-los de pé aqueles dias todos....
Ainda não comprei presentes... aliás, comprei só um, mas quando começar, é um não-acaba-mais!
Fiz uma lista, a ver se não falho ninguém, e deparei-me com 32 (trinta e duas!!!) pessoas, das quais 12 (DOZE!!!!) são crianças!
Medo....

Correr contra o tempo

Casinhas do jardim a céu aberto.
Papá em stress.
Previsões de chuva para depois de amanhã.
Barrotes e placas muito pesadas.
Tarde indisponível.
Almoço a correr. Daqui a pouco... fome... muita.

10-11-2007

Faz hoje dois anos estava um dia maravilhoso! Apostámos no Verão de São Martinho e ele não nos desiludiu! Sol radiante, calorzinho mesmo, céu azul turquesa. Acordei na nossa casa, duche rápido, ohmeudeus, é hoje, ohmeudeus está sol, ohmeudeus não vou stressar porque quero aproveitar todos os minutos... cabeleireiro, avó R. mil vezes mais nervosa do que eu que era a noiva, tudo a postos, o fotógrafo chegou a horas, já eu estava pronta. Tal como combinado, rumámos a um sítio encantado, onde pudemos estar os dois a tirar as tradicionais fotografias da noiva-ainda-solteira, longe dos espelhos e das poses mais estapafúrdias em que alguns fotógrafos ainda teimam.... almoço aos bocadinhos, olha que há nódoas que não saem... medo... sono... as 16h aproximavam-se. A casa enchia-se de gente. Pai, vamos embora! O noivo mandou mensagem, já lá está... o sol estava mais forte do que em muitos dias de Agosto. Os convidados de braços em léu, quase com ar de férias, tal era o ambiente de céu azul...Depois foi tudo mágico. Casámos no bosque. Os violinos e o trompete a tocar. Família e amigos em redor da grande árvore. O padre que nos esperava. O discurso do padrinho. Mais uma surpresa. Lágrimas nos olhos. Muita alegria. Afinal as coisas simples às vezes são as mais lindas. Noite mágica...Tão mágica que deu um fruto. O nosso fruto. O nosso piolho lindo. O nosso pedacinho de céu... Mágicos são os dias desde aí. O amor acontece aos bocadinhos... e mesmo havendo dias "menos bons", a magia daquele dia supera. Tudo. Dois anos hoje. Muitos bocadinhos para sempre....

segunda-feira, novembro 9

A céu aberto

E no mesmo dia em que festejamos a véspera-de-aniversário-de-casamento, iniciámos as obras das casinhas no jardim! Tudo é motivo de festejo, lá por casa, é o que vale....
Telhados fora, paredes de tijolos a crescer, novo ânimo no papá que já lhe apetecia mexer outra vez no cimento (NOT!!!....)

Dois!!

Faz hoje dois anos preparei um jantar no restaurante onde nos conhecemos. Fui lá durante a tarde e convenci o senhor responsável lá pelo estaminé que por ser um jantar muito especial, queria que ele colaborasse comigo para o tornar ainda mais especial. Expliquei que era o último jantar solteiros. Íamos casar no dia seguinte. Entreguei-lhe uma caixa e um CD. E ficou tudo combinado. Às 21h lá estavamos os dois. Sem dar a entender, troquei um olhar cúmplice com quem tinha falado há umas horas e confesso que a comida não me descia lá muito facilmente enquanto o assunto não desenvolvesse.... já íamos a meio do prato principal quando um outro olhar cúmplice fez com que se começasse a ouvir a nossa música. Ele levantou o olhar na minha direcção, como que a dizer "Que coincidência!..." mas sem ter tempo para mais, o meu conhecido empregado depositou em cima da mesa o presente que lhe havia deixado guardado. Sorriso rasgado, tudo desvendado. Foste tu que preparaste isto tudo? Pois que fui sim senhor! E abre, e espero que gostes e espero que a partir de amanhã as coisas se mantenham, pelo menos, como até hoje! E claro está que houve umas lágrimas nervosas que se me escorreram cara abaixo, porque eu sou mesmo assim, lamechas que só visto... e as surpresas não ficaram por ali porque na hora do café entraram por ali adentro dois dos 3 padrinhos dele e houve risinhos recheados de nervoso miudinho próprios de quem vai casar no dia seguinte... faz hoje dois anos que me foste deixar a casa, à nossa casa, e foste dormir a casa dos teus pais só para cumprir, um bocadinho que fosse, a tradição do noivo não ver a noiva no dia do casamento...

domingo, novembro 8

Num domingo chuvoso como o de hoje...

Só apetece ficar em casa, de chinelos, com a cheiro a lenha a queimar que se confunde com as castanhas que estão no forno, a beber chá e pastéis de nata.... hum.... tão bom!!

sexta-feira, novembro 6

E às sextas...

...cá estão os filhos do chefe-chefe em arrumações à secretária do pai que está numa reunião fora. Um deles veio aqui trazer-me dois bloquinhos de post-it porque o pai tem lá muitos e não precisa de tantos....

GRipe A - Take 2

Há bocado cruzei-me com uma mãe e três filhos no elevador, todos com carinhas de doentes, com febre. "Estão os três! Tudo de molho. Tudo de quarentena para casa. Fim de semana de molho..." E só me apetece ir para casa encher de mimo o meu piriquito lindo que hoje viu pela primeira vez um chapéu de chuva e morreu de medo....

Chiliques e coisas dessas

Andei todo o dia numa ansiedade parva. Irritadiça. Nervosa. Sem me conseguir concentrar e com ziliões de coisas para fazer aqui no escritório. Os minutos pareciam que não passavam, mas quando dei por mim estava estacionada em frente à clínica. Vinte minutos antes da hora marcada. Na sala de espera, apenas senhoras. Muitas. De todas as idades. No balcão de inscrição avisaram-me logo que as consultas para a Dra. C. estavam mto atrasadas. Quanto? Conte pelo menos com meia hora. É a primeira vez? É, sim. Então aguarde ali na sala de espera que a chamem para a mamografia. Depois então a consulta e ecografia com a Dra. será mais tarde.
Sentei-me e esperei. E passou meia hora e lá chamaram por mim. Que entrasse numa portinha e me despisse da cintura para cima. Assim fiz. E fiquei num cubiculo à espera que me fossem buscar. É estranho estarmos numa espécie de vestiário, com espelho e tudo, mas onde a ansiedade não tem nada a ver com o ânimo que temos quando experimentamos roupa nova.... lá veio a técnica, nos seus vinte e tal anos, muito doce e atenciosa, já está? podemos iniciar o exame? é a primeira vez? não se preocupe que é rápido... Sim, é a primeira vez e estou muito ansiosa porque não sei para o que venho e ouvi muitas opiniões, umas que dói muito e outras que não dói nada... E sabe que eu sou daquelas falsas calmas. Aparentemente até parece que não é nada comigo, nem tenho o coração a bater depressa nem nada disso, mas a ansiedade toma conta de mim e posso ter um chilique a qualquer momento.... e não é que tive mesmo? E não é que enquanto a senhora fazia o exame (que a bem da verdade não me doeu absolutamente nada!) eu comecei a deixar de ver e a sentir a cabeça a andar à roda e a desfalecer...!? e vai de copo de água com açucar, e vai de banquinho... e aquilo passou e a consulta uma hora depois confirmou que está tudo bem e que não há motivos para chiliques. Mas é mais forte do que eu. Não consigo deixar de pensar e recordar um episódio muito mau que passou pela minha vida há 5 anos atrás, quando o médico mudou de cor quando abriu o resultado de um exame de rotina. "Oh Teresa, não estava nada à espera disto... não contava com este resultado..." e a partir daí foram semanas de angústia, daquelas em que nos passa verdadeiramente tudo pela cabeça, mudei de médico porque o que me seguia não andava nem para a frente nem para trás, repeti o exame, fui operada, tiraram-me 2cm do colo do útero e correu tudo bem, mas sempre que faço um exame médico, qualquer um, aqueles momentos vêm ao de cima da minha lembrança e não consigo controlar a ansiedade. Já passou. Hoje vamos jantar fora. É isso.

quinta-feira, novembro 5

Quanto mais os minutos passam, mais o pânico se apodera de mim....

quarta-feira, novembro 4

Futurices

Deviam inventar uma máquina de lavar roupa que estendesse a dita e uma máquina de lavar loiça que arrumasse pratos, talheres, tachos e copos. Eu era das que comprava logo, logo, logo!

Do antes...


E era assim, a nossa Casa-Amarela há um ano atrás, quando ainda não tinha cor e por dentro cheirava a mofo....

Ansiedades e essas coisas...

Amanhã vai haver por aqui muuita ansiedade.
Exame médico, ainda que de rotina ao final da tarde.
Não gosto. Nunca gostei. Inevitavelmente vou andar ansiosa até sair de lá.

Gripe A - Take 1

O senhor Ajudante do cartório, no auge da sua boa vontade, veio aqui ao escritório na 2ª feira ler uma escritura que tinha mesmo que ser feita naquele dia. Sucede que o senhor veio directamente de casa porque estava com os miúdos que por sua vez estavam doentes. Os anjinhos ali ficaram, no sofá do hall de entrada, a fazer desenhos... mas a miúda estava especialmente mal encarada e muito mole. Sucede que ainda agora ligou para cá, ah e tal, e aproveito para alertar que a minha filha está doente com aquela gripe da moda que começa por A. Silêncio. Então e agora? Agora é ficarem à coca para ver se alguém tem sintomas. Ah e tal, foi ao pediatra que lhe fez o rastreio porque se fosse no público só tinha o resultado daqui a uns dias, quando a miúda já estivesse curada. Silêncio. Pânico a invadir-me e diante dos meus olhos passou o momento em que fiz uma festinha do cabelo da miúda. E que apertei a mão ao pai. E que fui para casa encher de beijos o meu piriquito. Mas que nos entretantos lá lavei as mãos umas quantas vezes. É esperar, portanto. E tentar não desesperar.

Pica's Day

Hoje fomos às vacinas dos 15 meses.
Eu já sabia que ia custar, mas não pensei que (me) custasse tanto... uma animação na sala de espera, alguns meninos para brincar, entrar na sala e muitas enfermeiras de volta dele que distribuía sorrisos, sentar ao colo do pai que teve que o apertar, senti-lo a ficar nervoso, muito nervoso, a chorar até, muito antes de sentir a injecção picar naquele bracinho tão pequenino, choro, muito choro, lágrimas a escorrer cara abaixo, "pronto, já passou, Vasquinho!", cada vez mais choro, mudar de posição, outro braço, ele em pânico, a olhar para mim como que a dizer "porque é que me estão a fazer isto, mamã!? Porque é que não me levas daqui para fora!?", eu a sentir os meus olhos a encherem-se de água, as lágrimas dele corriam a 4 e 4, o papá segurava-o e a enfermeira espetava outra vez o bracinho indefeso e ainda quentinho da cama... pronto, já está, beijinhos e miminhos não foram suficientes para o acalmar...
Já cá fora, cada vez que lhe tocava, chorava em jeito de queixa. Já em casa da avó, chorou outra vez a fazer queixinhas, que a mamã não o ajudou, que o papá o apertou, que as senhoras de branco são muito más e deram pica no Sr Piolho.. e a avó a dar beijinhos, pois, o que é que fizeram ao bebé... pois, agora vamos passear.
Eu vim com o coração apertado. Quando liguei já estava no café do bairro, a comer bolachas, todo satisfeito.
Coração de mãe sereno.
Vou lá agora mimar mais um bocadinho o meu piriquito mais lindo...

terça-feira, novembro 3

E o que me irrita serem 17h31 e já ser lusco-fusco lá fora!?!?
Confirmou-se: almoço daqueles mesmo bons!
Amigas de longa data. Arrisco-me a dizer que parecíamos saídas daquelas séries televisivas da moda em que elas são todas despachadas e riem-se muito enquanto comem e só têm coisas giras para contar umas às outras!
Estes almoços descomprimem a malta. Não é que eu precise descomprimir como pão para a boca. Que não preciso. Pois não. Mas uma delas sim, que precisa. E descomprimiu. Muito mesmo. Por isso foi mesmo daqueles almoços bons!
A repetir. Soon.
Prevejo que o almoço de hoje vai ser daqueles mesmo bons :)
Bom... à primeira vista até posso parecer meio baralhada, mas "quando é que voltamos a ser espanhóis!?" é o mote do dia...
Não sei se me agrada lá mto essa história de nos juntarmos aos espanhóis para organizar o Mundial de 2018 e de 2022...

segunda-feira, novembro 2

ao serão:

Há banho animado com tambores e bonecos escolhidos por ele...
Há jantar a ver a "Vila Moleza"...
Há guerra de cócegas que o deixam cheio de soluços e o pai com dores nas costas... ;)
Há cubos para brincar mesmo, mesmo antes de ir óó...
Há imitações de animais e cantigas decoradas...

Mas também há:
Roupa para dobrar...
Loiça para guardar e para pôr a lavar...
Kilos de roupa para arrumar porque no fim de semana há sempre qualquer coisa mais importante para fazer...
Preparar mesa para o pequeno almoço...
Bocejar... muito :)

E o papá foi com o avô ao IKEA comprar a estante do escritório!!!! Viva!!! Agora sim, arrumaremos os últimos caixotes que por lá moram!
E o telhado das casinhas já foi encomendado. E a da direita já está quase arrumada para darmos início à segunda fase da obra. Isto agora é com uma perna às costas, não é papá!? ;)
Quem (re)fez uma casa, mais depressa (re)constrói duas casinhas no jardim!
E eu até já tenho cá umas ideias para decorar a minha lavandaria/arrecadação/oficina.... oh se tenho!!
E os candeeiros novos ficam SUPIMPAS nos tectos correspondentes! E já cá canta também o pequenino que é para pôr por cima da porta do nosso quarto. E hoje ficámos com campaínha! Dlim Dlong!

Cada vez mais linda, a nossa CASA AMARELA :)
Estou cansada! As segundas feiras, por natureza, são mais difíceis de (di)gerir, mas hoje andei todo o dia a correr de um lado pro outro, em stress porque nada podia correr mal, não correu, de facto, mas agora estou a tentar descomprimir e não param de chegar mails, uns atrás dos outros, bolas....

Lá por casa, o Sr. Piriquito mantém os intestinos "avariados", se bem que podemos sempre culpar o maldito pré-molar que não há meio de sair e que por isso a gengiva está inchadíssima e com um aspecto mto pouco recomendável... estou até a ponderar antecipar a consulta dos 16 meses para esta semana caso não se verifiquem melhoras significativas... coitadinho do meu bebé...

Em stress

Com muitos assuntos ao mesmo tempo e o Senhor ajudante do Cartório na sala de reuniões à minha espera.... Buff...

domingo, novembro 1

Liró!

Que dia tão bem passado, o de ontem! O sr piriquito andava tão contente que nem dormiu depois do almoço! E isso significou o quê? Que mal entrou no carro de regresso a casa, pelas 18h30, fechou os olhos e só acordou hoje às 8h! Qual jantar qual quê?! Um leitinho e já está!
Ricas favas! Rico lanche, com cheiro a campo!
Agora dorme, enquanto o papá semeia relva nos sítios mais críticos e a mamã espera que a máquina acabe de lavar para irmos lanchar com a família e cumprir mais uma tradição.
E que bem que se está na Casa-Amarela, nestes dias mais cinzentos... e tanta coisa que ainda há por aqui para arrumar... vai-se fazendo, porque tudo muito arrumado também não tem graça... mas de novidades há candeeiro no tecto do nosso quarto e no fundo das escadas. Resta apetecer ao papá subir ao escadote em breve!

sexta-feira, outubro 30

Todas as sextas feiras os dois filhos de um dos nossos administradores saem da escola e vêm para o trabalho do pai. Um tem 14 e o outro tem 12 anos. São educadíssimos e simpatiquíssimos. E vêm cá porquê? Porque o pai quer que eles saibam que há pessoas que são felizes no trabalho e que nem sempre vir trabalhar é uma seca. E eles acreditam. Porque de facto aqui as pessoas são felizes no trabalho! E a propósito, já está mas é na minha hora de me pôr ao caminho!!

O Amarelo-sol é lindo!

A fachada está linda! O contraste com o branco das "molduras" das janelas e da porta está lindo! As portadas e o portão verde ficam lindos com o Amarelo-Sol! É que foi mesmo muito bem escolhido!!!
Ontem parecia parva, quando cheguei a casa, já sem luz, a olhar de todos os lados, para confirmar que de facto é a casa mais linda da rua!
Vou passar a designá-la, honradamente, de CASA AMARELA :)

Hoje o dia tem passado a correr, já vendi, já registei, fui almoçar a casa lamber a cria, fui à manicura. Ainda me falta levantar um fato que deixei ali em baixo a limpar, ver o correio da casa de L-a-V (medo... devem parar por lá várias contas para pagar porque desde que nos mudámos nunca mais fomos levantar correio....), ir às compras com o Sr Piolho.... mas como é sexta-feira, tudo é feito inevitavelmente com um sorriso nos lábios!

Para amanhã, almoço no campo bem longe de Lisboa. Para Domingo, lanche tradicional em casa da avó L. para festejar o Pão por Deus. Porque há tradições que nunca devem mudar...

quinta-feira, outubro 29

Isto das raças tem mesmo mto que se lhe diga...

... e eu tento mesmo ser neutra e não ser racista e tuditudo, mas depois desta reunião com clientes chineses em que um deles se espreguiçava com ruído, fumou 3 cigarros sem perguntar se podia, usou a nossa casa de banho e deixou tudo numa lástima (nem vou desenvolver para não me enojar ainda mais...) e quando se foi embora apertou-me a mão com uma força inacreditável, fico sem vontade nenhuma de voltar a cruzar-me com tal criatura.... para além de tudo, não fala uma única palavra de português e esteve toda a reunião a trocar ideias naquele dialecto impossivel de decifrar, sem que nós soubéssemos se o que estaria a dizer era a nosso respeito ou não!

Bufff

Vou mas é para casa ver o meu Amarelo-Sol que promete estar SUMPIMPA!!!!

Hoje a cor do dia é:

O AMARELO!!!
E já escorre por entre os rolos e trinchas!
E se ontem estava curiosa por ver a casa pintada de Branco-Alentejo, hoje até tenho urticária para ver o resultado do Amarelo-Sol :)

quarta-feira, outubro 28

Fachada

Não pensei que pintar de branco a fachada de uma casa pudesse fazer taaaanta diferença! Meu Deus! É que não parece a mesma casinha, com reboco por cima da porta por causa dos tubos da TV Cabo que o papá decidiu transpôr para dentro da parede... agora sim, até parece uma moradia! Ainda que branca, nem está deslavada! Não senhor! Está com um ar "lavadinho", "novo", "tratadinho" e outros adjectivos que agora não me ocorrem dado o avançado da hora e da quantidade de coisas que tenho em mente fazer até que o marido chegue da bola e eu me deite.

Então:

- estender a roupa que neste momento está às voltas na máquina de lavar que mora na casinha e que daqui, mesmo com o janelão fechado e os jardins-a-perder-de-vista que nos separam, consigo ouvir....

- arrumar a pilha de roupa lavada e dobrada que não arrumei ontem porque fomos jantar aos avós e quando chegámos, ainda que cedo, não me apeteceu;

- preparar mochila do bebé (e não me posso esquecer de pôr mais uma camisola para ficar de stock em casa da avó para quando ele se suja ou molha);

- arrumar os brinquedos que eu mesma desarrumei aqui da sala (isto porque se eu não lhe despejar o cesto dos brinquedos ele não o despeja e só vai mexer onde não deve, como por exemplo na terra dos vasos que lhe estão à mão, nos CD's do móvel a que chega, nos panos da cozinha que estão mto arrumadinhos nas prateleiras-vulgo-garrafeiras da cozinha, enfim...);

- pôr a mesa para o pequeno almoço porque quanto menos se fizer de manhã, melhor....

- pensar, ao menos pensar, na roupa para vestir amanhã.

Vou mas é por-me ao caminho porque tenho que fazer tudo até a máquina acabar de lavar para depois ser só estender, xixi, cama. Já lavei os dentes, ok?

E o bom que é...

... passar as mãos pelo cabelinho a cheirar a bebé, dar um beijinho na mão pequenina e segredar "dorme bem, ursinho..." enquanto ele dorme...?
Há poucas coisas melhores.

Hum....

E quando uma colega, que até está de férias, aparece por aqui e traz uma dúzia (uma dúzia!!!!) de pastéis da Piriquita com recheio de doce de ovos???
Eu que nem sou gulosa (a sério que não sou) não resisti e tenho a secretária cheia de migalhas doces! :)

Lá por casa já canta a primeira de mão!
Estou que não posso de curiosa para ver!!!
E quando uma colega chega de óculos escuros porque acusa uma conjuntivite gigante o que é que é suposto fazermos??
Nem respirar, sequer, ao pé dela, certo?

Medo....

E daqui a nada...

.. será montado um belo andaime para que dois homenzarrões se agarrem às trinchas e rolos e pintem a fachada da nossa casinha!
Ao que parece, será de branco a primeira de mão. Amarelo é depois. Que assim seja.

terça-feira, outubro 27

Nas arrumações....

Mais duas prateleiras da sala arrumadas, albuns e livros à pinha. Menos umas quantas caixas de cartão empilhadas no escritório que se mantém, ainda assim, caótico...

Necessidade a galope de uma estante daquelas bem grandes, que levam bastantes livros e afins, na divisão que neste momento tem a etiqueta "O CAOS MORA AQUI" mas que em breve, muito em breve (espero) terá um lindo móvel de cubos made in IKEA, quiçá um sofá confortável o suficiente para dormir uma sesta ou ler os panfletos que moram na caixa do correio, ainda a cheirar a novo, uma secretária onde possamos montar a dinossaurica impressora e pousar, eventualmente, o portátil cuja morada efectiva é no sofá da sala de estar, ali mesmo à mão de semear... nossa e do baby-vasco!

A parede das escadas ficou elegantemente vestida com as molduras! Linda mesmo!
Prometo foto também!

Agora as pestanas pesam mais do que qualquer possibilidade de me mexer daqui para outro lado que não a minha cama. Aí vou eu!!!!

Nem caibo em mim de contente!!!

Amanhã vai ser pintada de amarelinho lindo a fachada da nossa casa!!!
Youpieeee!!!!
Prometo foto!
27 graus para Sábado!?!??!?!
E quem é que calça botas com 27 graus!?!??!!
Ninguém, pois claro..... (suspiro...)
E ontem até nos deitámos mais tarde para arrumar e organizar molduras com fotos!
E se há retratos lá por casa, bolas....
Depois há as que são importantes e que têm que ficar na sala, as outras que também são importantes e ficam na sala de jantar e as outras que são menos importantes mas que são pequeninas e que por isso ficam bem por ali nas prateleiras da sala da jantar que por sua vez ainda têm colas e tubos de silicones espalhados por todo o lado... e por fim, as outras (muitas) que vão ficar espalhadas pela parede da escada. E que giras que vão ficar! Muitos registos temporais de sítios e momentos. Tantos... daqui a uns anos espero não conseguir ver quase nada do branco da parede da escada por estar repleta de momentos...

E para além disso, já se imita a Vaca e a chucha passou a "cácá", tal como a galinha :)

Goleadas

Não posso deixar de referir que o meu clube é o "máior" :)
E que ontem ao que parece foi o dia com menos produtividade de sempre por causa da mudança da hora e isso, mas acredito que àqueles senhores vestidos de preto e branco também não tenha sido fácil de gerir tanto golo!!!
ehehhehehehehheheh

segunda-feira, outubro 26

Outono que não é Outono!

Eu cá só largo as sandálias quando não houver sol suficientemente quente que me arrefeça os pés de manhã e ao final do dia.
Consequentemente, só inicio as compras de Natal quando largar as sandálias!
Não quero cá saber se as montras estão vestidas de vermelho e branco, com bonecos de neve e pais natais!
Compras de natal têm que ser feitas de botas calçadas!
Ora!
E hoje é um daqueles dias em que estou a estrear um fato novo mas sinto-me um bocado anhuca com ele... não sei se é por ser preto e por ter calçado umas sandálias brancas... não sei se é porque o decote da blusinha que pus por baixo é tão grande que mal se vê, de tal forma que parece que estou de luto quando tenho o casaco vestido e abotoado... não estou a gostar lá muito disto... ai não, não....

Vendas

E a história do nosso Nobel da Literatura, vulgo José Saramago, que pelos vistos anda a trabalhar mto bem "marketingement" falando? Com a polémica que tem conseguido ter em volta do tal livro que chama nomes feios aos crentes vende comó caraças, sendo certo que eu nunca lhe comprarei uma página que seja!!!
Ainda por cima é comuna!
Cruzes canhoto!!!!!

Fim de semana cheiooooo!!

Na sexta feira, no animado jantar em casa dos avós, com a prima, deixou escapar um "nhênhê" para "Inês"! E era vê-lo aos gritinhos pela casa a chamar pela prima, todo contente por ser devidamente entendido!!!

Passeio ao Aquário Vasco da Gama fabuloso!
Aquilo mantém-se actualizado, limpo e mantido e o piolho adorou! Apanhámos a alimentação das focas e aquilo é que foi uma animação!!!
Lanche com amiguinhos lá por casa, casa cheia! Era vê-lo de um lado para o outro e a comer bolo de iogurte como gente grande!!
Com a mudança da hora é que a coisa não se geriu assim tão facilmente... eram 6h50 ouvi os BONS DIAS habituais, como quem diz: "Mamã, está na hora do leitinho!" O dia nunca mais acabava, a manhã não tinha fim, sono mais cedo, anoiteceu ainda a horas de lanche... um horror!
Festa da M. mto animada, tanto andou e jogou à bola que começou a esfregar os olhinhos em jeito de deixa para ir embora ... estava cansado. E senti que ficou nervoso na altura dos Parabéns... muito miúdo, muitos gritos, muita confusão...
Óó cedo. E hoje ainda não acertámos o relógio do Sr piolho que voltou a acordar fora da hora habitual...que nos despachámos mais cedo, que saímos mais cedo de casa, que apanhámos mto mais trânsito!! Ao que parece, todo o mundo se despachou mais cedo e saiu tudo de casa ao mesmo tempo!!
Vississitudes de trabalhar na capital!

Das arrumações, nada de novo... e isso aborrece-me um bocado. Estamos naquela fase em que as caixas do escritório já não têm destino porque umas são para as casinhas do jardim cuja obra ainda nem começou, outras são para o próprio do escritório cujo decor ainda está em discussão....

sexta-feira, outubro 23

Lista de afazeres:

Para hoje:

Ida à Câmara Municial de Lisboa levantar uns papeluchos que nos fazem por aqui muita falta!!
Almoço de empresa cujo tema se desconhece... eu voto nos resultados positivíssimos que temos tido nos últimos tempos, o que vai dar origem a parabéns e discursos e tuditudo. Bom, bom era a promessa de prémios ao pessoal, isso é que era :)
Tarde que se prevê calma. Pendentes em dia.
Compras que descongestionam a manhã de Sábado.
Jantar nos avós.

Amanhã:
Em plano visitar aquário Vasco da Gama com o sr piolho, depilação laser perto da hora do almoço e para a tarde, lanche no jardim. Previsão de sol :) Vão por lá andar 3 crianças, a contar com a da casa, a chafurdar na relva... vamos ver como corre....

Domingo:
Até ver, só temos a festa de anos dos 7 anos da M.

Bom, vou pôr-me ao caminho!

quinta-feira, outubro 22

Rescaldo de uma ida ao Cartório:

Como habitual, e ainda por cima com sol, lá me enfiei na Zara da Rua Augusta, já despachada das obrigações que me levaram para aqueles lados, e lá comprei um vestidito. Coisa pouca. Depois, não é que me lembrei que por ali também há uma loja de "tudo para o lar" e lá fui eu dar um pulinho à velha POLUX, donde saí com uma cortina para a banheira com 2 metros de altura (o que é raro de se encontrar e que precisamos mesmo porque o varão ficou por cima do janelão-com-vista-para-monsanto) e um copito prás escovas de dentes que vai ficar a morar na casa de banho cá de baixo, apenas e só para poupar a menina de mais uma subida matinal, à pressa, pois claro, só para escovar os dentes antes de sair de casa!

E agora aquela molezaaaaa... é um cafézinho aqui para esta secretária se faz favor!
A ver se aproveito agora esta aberta do céu para me por ao caminho: Baixa, cartório, escrituras e arrendamentos. Espero que o Sr. São Pedro seja amiguinho e me deixe dar por lá umas voltinhas nas lojas, sem chuva porque chapéu de chuva é coisa que aqui a menina não usa...

quarta-feira, outubro 21

Eu cá sou daquelas mulheres que se tenho mesmo que fazer, faço, mas se puder não ser eu a levar o carro à oficina, ver o nível do óleo, os pneus e levá-lo à inspecção, tanto melhor... e hoje lá vai o papá com o meu Golfinho à inspecção e nós viémos de jipe, muito mais altos do que o costume :)

terça-feira, outubro 20

Ponto alto do dia:

Negociar um contrato promessa de arrendamento com uns chineses que por sua vez trazem tradutor e que se espreguiçam na cadeira da sala de reuniões enquanto eu, sem êxito, tentava esconder o chineleco....

Lindo, lindo é

... ir à pedicura e vir trabalhar com uns chinelos e calças de fato e ter a sensação que, do carro até ao elevador da Torre toda a gente fica a olhar para as minhas unhas vermelhas, estacionadas nuns chinelos de caminhar que por mto confortáveis que sejam, não fazem, de todo, pandã com o resto da toilette....

Prova superada!

Mesmo com o temporal durante a noite, não entrou água em casa! Ehehehhe
Tendo em conta que da última vez que choveu assim eu acordei às 2h da manhã a ouvir um "pingar diferente", agora tá safo! :)

O Sr piolho apanhou a 1ª pequena-molha e riu-se quando sentiu a cara molhada na rua, a caminho do carro.

E rico dia para fazer pedicura. Não há dúvida. Aqueles chinelinhos que elas emprestam e que a pessoa vem rua-abaixo a fazer uma linda figura, com chuva torrencial, não há melhor... ai ai

segunda-feira, outubro 19

E quando o nosso chefe nos pede que lhe ensinemos a pôr os nomes dos contactos no telemóvel?.... isto no século XXI...

Rescaldo do fim-de-semana

O cabeleireiro ficou em águas de bacalhau quando lá cheguei e me disseram que estava atrasado meia hora... ora meia hora de atraso é coisa que não cabe num horário rígido de planos de final de tarde...Modelo compras da semana - ok. Jantar em casa dos avós - ok. Óó cedo - ok.

Manhã de Sábado, para não quebrar rotinas, saltinho ao parque antes da sesta matinal. Arrumação de mais 3 caixas. Roupeiro do quarto quase-à-pinha... Preparação para a festa da noite: anos 60/70. O papá surpreendeu quando se vestiu a rigor e pintou o olho ao género do vocalista dos "The Doors" :)
De ontem, belo dia em família. Almoço com os avós no jardim e o menu aprovadíssimo!!!
Todo o dia casa cheia! Óó antes das 22h!
Para amanhã, chuva forte e temperaturas máximas de 19 graus... bolas....

sexta-feira, outubro 16

E uma das coisas (mesmo) boas de trabalhar nas Amoreiras é ter tudo à mão. Agora passei ali no Jumbo e chamaram-me a atenção uns lombinhos recheados com queijo e bacon. Ora são dois se faz favor. Ora menos um assunto para tratar. Devagarinho, vai tudo entrando nos eixos. Sem stresses. Amanhã de manhã, o resto.

Por partes...

O presente já está!
Marquei cabeleireiro para o final da tarde.
Vou às compras depois disso.
Amanhã de manhã compramos a mesa do jardim.
Já não falta tudo. Falta pensar no menu, mas pode ser que me ilumine enquanto passear pelas câmaras frigoríficas do Modelo....

Antigamente...

Alguma vez eu tinha uma festa amanhã à noite e hoje ainda não tinha o presente? Nem o cabeleireiro marcado?
Alguma vez tínhamos um almoço programado lá para casa no Domingo e hoje ainda não sabia o que vai ser o cozinhado?
Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, mas é certo que ando bem mais descontraída! O que for, será!
Já tenho aqui umas dicas das colegas, logo passo pelo Modelo e voilá! Amanhã de manhã preocupo-me com o presente. E o cabeleireiro?... hum, tenho para lá uma escova das boas... pode ser que resulte! :)

quinta-feira, outubro 15

Avós

O meu pai chegou hoje do continente Africano. Trouxe, como prometido, um "gumgum" ao neto que o reconhece todos os meses e reacende a paixão nítida que tem pelo avô! É lindo de se ver, a fazer adeus à mamã como quem diz "Vai lá mamã, que estou aqui ao colo do meu avô..." :)
No fim de semana temos almoço de "recepção" aos avós na casa nova. Não fazemos ideia do menu, mas temos a certeza que vamos comer no jardim, ainda que nem mesa tenhamos ainda.... pormenores ....
Vou começar o dia a insistir com o fornecedor da retrete e do bidé que anda a falhar há 3 semanas.... espero não ter que levantar muito a voz ;-)

quarta-feira, outubro 14

OUÁ!

O piolho cá de casa disse "Olá"!
Um "Olá" à maneira dele, meio "ouá" meio "oué", mas tão engraçado que faz chorar a rir a mamã babada :)

Maité Proença

A Maité Proença pediu desculpa aos portugueses pelas barbaridades que disse naquele vídeo ridículo que já corre a net há uns dias.
Eu cá não desculpo. Sonsa.
Recebemos aqui um CV de candidatura expontanea em que o candidato faz constar nos "outros interesses" que teve 20 valores no exame nacional de matemática.
E...?

Da idade

Ando com uma dor tão, mas tão chata no joelho esquerdo que hoje durante a noite até acordei!!!
Que raio.... serão estas as maleitas da idade??? Já???....
Mau....

terça-feira, outubro 13

Desafio!

Recebi um desafio de um blog do outro lado do oceano!

As regras são:

1. É preciso fazer uma lista com 8 características suas; (tantas!?!?)

- calma
- mto bem disposta
- organizada e prática [às vezes demasiado...]
- sonecas [muuuuito!]
- caseira [cada vez mais....]
- trabalhadora [mas trabalho para viver, não vivo para trabalhar...]
- responsável
- teimosa q.b. [convencem-me facilmente com falinhas mansas ;) ]

2. Comentar no blog de quem você ganhou;

Já está! O blog é este: http://omeumenininho.blogspot.com/

3. Escolher 8 blogs para presentear e avisá-los.
Epá, 8?

Não sei se tenho 8 blogs para isto.... vamos lá ver:

http://docinhocorderosa.blogspot.com
http://1mais1sao2.blogspot.com
http://paraomeubebe.blogspot.com/
http://patanisca-matilde.blogspot.com/
http://lovexl.blogspot.com/
http://borboleta29.blogspot.com/
http://osnossos30.blogspot.com/
http://aervilha.blogspot.com/

Bom, vou avisar esta malta....

Depeche Mode no Atlântico!!

Vou ao concerto da minha banda de eleição da adolescência!
"I just can get enough!"
Dia 14 de Novembro, lá estarei aos pulos, na bancada central do Pavilhão Atlântico!!!

Bom, lá em casa as caixas desaparecem a olhos vistos!
Ontem arrumámos sapatos naquelas gavetas fabulosas made in IKEA que deslizam no fundo do roupeiro do quarto e assim ficam todos arrumadinhos como deve ser!
E iniciámos a triagem às roupas velhas! Pusémos de parte 3 camisolas, não foi mau. Pensei mesmo que fosse pior. Hoje continuamos. Conto disponibilizar uns quantos cabides para a nova colecção Outono-Inverno :)

Para o fim de semana temos uma festa com dress code! Anos 60 / 70! Ora são duas épocas distintas em termos de vestuário! Sendo certo que não vou conseguir convencer o papá a mascarar-se do que quer que seja, resta-me inventar para mim! Mas como?!?!?! Flores no cabelo!? Mini saia!? Ai eu.....

segunda-feira, outubro 12

E estas pizzas maravilhosas que eu teimo em comer ao almoço, integrais, dizem eles, e com as quais passo a tarde "a conversar"....? Alhinho que faz bem a tudo, dizem eles também, mas bolas, que raio de aroma que deixam....
E lá vamos nós para mais uma semanazita de sol, muito sol, aliás!
Ouvi na rádio que não é normal ir para a praia em Outubro! Então não é!?!? Até em Dezembro e Janeiro, se o tempo o permitisse! O tempo e a meteorologia! Agora cá Dezembro a chover!?!? Bufff
O calorzinho que se mantenha assim tão bom que a malta agradece!
Do fim-de-semana temos uma arrumação a sério: muito menos caixas espalhadas pela casa (agora concentram-se todas no escritório onde já quase não se entra...), já temos portas na casa de banho de cima e na despensa (e que giras que são estas últimas!), já temos alguns quadros e espelhos pendurados e as plantas nos devidos lugares. Até na casa de banho mora um vasinho com orquídeas brancas, daquelas que são tão sensíveis que até parecem de plástico! Vamos ver quanto tempo sobrevivem... mas isto de ter um janelão com vista para Monsanto há que ser devida e totalmente aproveitado!
Entretanto, e porque nós até somos, como direi!?, uns assassinos ecológicos, deixámos no nosso contentor do lixo (sim, porque ali no Bairro cada casa tem o seu próprio contentor que é depositado na rua ao final do dia para os senhores do lixo levarem o conteúdo) todo o cartão que vamos produzindo (e que é mesmo muito...) lá dentro. E não é que os senhores do lixo levaram o lixo e deixaram o cartão!?!? Mas querem o quê? Que nós andemos com o cartão no carro até ao eco ponto mais próximo que é a alguns kilometros ali do bairro!?! Mas é que nem pensar!!!! E venham cá no Natal pedir "uma atençãozinha" que eu digo-lhes!!!....

Das eleições, foi só mais do mesmo. Novamente não ganhou quem eu votei e os ladrões mantêm-se quase todos... Tell me something new.

Vou ali atirar-me a um cafézinho daqueles mesmo bons e começar a trabalhar porque já me parece que são horas!

sábado, outubro 10

Tudo encaminhado...

Menos 11 caixas cheias, mais uma porta na casa de banho, mais-quase-uma-porta na despensa, cestos da roupa arrumados: para transportar a roupa suja, para trazer a roupa molhada, para a roupa dobrada/passada a ferro... bufff... desta feita, estas logísticas podiam ser mais simples... vou ter q dar uma volta à coisa, mas tirando isso, faltam aí uns.. quê?... 20 caixotes. Já há casacos pendurados no novo armário da casa de banho, que ocupavam caixas até mais não! Já há gavetas novas no roupeiro do nosso quarto e prateleiras e até um calceiro!!!
Tudo a andar e ainda por cima Portugal lá se safou desta!!
E para amanhã mais um dia de sol! Oba, oba!

sexta-feira, outubro 9

Apetece-me é ir para casa ter com o meu pintaínho.... e sei que neste momento está a ser montado o roupeiro da casa de banho de cima, pelo que terei muito que arrumar e desfazer caixotes!!!
Entreguei há bocado as chaves aos inquilinos da nossa casa de L-a-V.
Desejei felicidades. Espero que lhes traga tantas coisas boas como nos trouxe a nós.
Ainda ontem trouxémos as últimas tralhas que por lá ficaram... agora sim, vivemos no caos!
Mas já estendi roupa no jardim! Ao menos isso! Já não tenho o cesto da roupa suja a transbordar, já que todos os outros..... bufff
Valha-nos o fim de semana solarengo que se avizinha!

quinta-feira, outubro 8

Mas mesmo giro, giro é:

Dentro de uma das caixas empilhadas, enquanto procurava o maldito cobertor (que finalmente deu as caras!!!) encontrar um envelope com 90 euros que diz: "Da avó para o Gonçalo"... ehehehehhehe

Viver no caos é:

Ter tido frio durante a noite passada e não fazer ideia onde estão os pijamas mais quentinhos e, pior, não saber onde páram os cobertores....

Côcos e água quente

E não é que o chefe aqui da menina vai para um país tropical, daqueles das promoções das agências de viagens e que por esta altura têm 29 e 30º graus como temperaturas mínimas, toda a próxima semana, mas em trabalho!?!? É verdade verdadeira! E eu até dou graças a Deus por não se terem lembrado de me levar a mim também! Cruzes canhoto! Ir a um país de palmeiras e não poder vestir o biquini, nem quero pensar nisso! Ainda por cima sem os meus homens!!
Bufff....

Do amor e essas coisas....

Quem me conhece sabe que sou quadradona no que diz respeito a assuntos ditos "sensíveis", do género Homossexualidade e Filhos fora do casamento e possibilidade de adoptar crianças por casais do mesmo sexo, essas coisas.... que sou, pois sim.
No entanto, e quando as coisas nos tocam directamente, é certo que o caso muda de figura. Pois claro.
Isto para contar que a primeira visita oficial à nossa casa caótica, recheada de caixas, caixinhas e caixotes, foi o meu amigo L. e o marido. Pois claro. O marido dinamarques com quem ele casou num desses países modernos onde se permite estas coisas. Casou e pelo que pude constatar ontem, ainda bem que o fez porque tem a felicidade estampada na cara. E eu que sou mesmo de ficar com as primeiras impressões, fiquei com a melhor das impressões do marido. Não houve manifestações de carinho explícitas, é certo. Houve alturas em que nem me lembrei do meu "quadradorismo" inato e no fim da visita disse-lhes que fiquei mesmo mto contente por tê-los ali e que claro que sim, claro que iremos ao sul de França conhecer a casa que estão a construir.

O amor é das melhores coisas do mundo, de facto. Seja ele entre homens e mulheres ou não!
Fiquei rendida.

quarta-feira, outubro 7

Assuntos metereológicos

Consta que vai chover de noite. Que chatice! E eu que queria mesmo pôr a máquina de lavar roupa a lavar. Aquela que fazia o favor de acordar os vizinhos no prédio quando a punha a centrifugar, tal não é a fanfarra!! Tem para lá qualquer coisa solta, sem dúvida, e optámos por comprar uma nova para os senhores-inquilinos. Esta velhinha está estacionada numa das casinhas do jardim que daqui a uns tempos, meses, vá, ficará magnificamente transformada numa linda lavandaria e arrumos. Por enquanto, está mais parecida com um estaleiro em ponto pequeno... e se chove, tendo em conta que a dita casinha não tem espaço para que possa estender por lá sob pena de sujar qualquer pecita que caia ao chão ou que toque em qualquer ferramenta que também por lá mora, teria que estender no belo jardim-a-perder-de-vista. Ora se chove, não posso!
Bolas....

02h06

- "Gonçalo!? Estou a ouvir pingar e não me parece uma torneira, vai lá ver..."
- "Xiiiiiiiiiiiiiiiii...."
E com isto eu achei que quando me levantasse ficava com os pés molhados, mas não.
Ora com a tempestade que caiu esta noite, a caleira da casa de banho de cima entupiu e não escoou devidamente... Maneiras que foi uma noitada... ora acordava com a chuva, ora com os trovões, ora com o pintaínho a choramingar porque sim....

Que a chuva é necessária, tudo bem, mas escusava de aparecer assim, de rompante e com esta força, bolas....

terça-feira, outubro 6

Chuva e trovoada para hoje à noite e amanhã?!?!?!?
Medo....

Coisas menores

Chegou o meu carimbo. E no mesmo dia em que chegou o meu carimbo chegou também a Cédula. Que chique! É tão diferente da antiga! Parece um cartão multibanco ou uma carta de condução! Tendo em conta o balúrdio que pago em quotas, até deveria ter o selo da Ordem em relevo e com apontamentos em prata!!!!
Coisas pequenas, sem importância, mas que me enchem de orgulho!

A casa do Senhor...

Quando tinha 15 anos, eu e a minha família, mudámos para uma cada enoooorme, que os meus pais construiram durante... deixa cá ver.... 14 anos! Foi à custa de muito sacrifício que passámos de um T2 apertadinho, para um casarão de 4 andares com jardim. Lembro-me dos primeiros tempo em que já vivíamos lá em casa e o meu pai, em jeito de brincadeira, de vez em quando dizia: "Não façam muito barulho porque daqui a pouco aparece o Senhor.... o dono da casa, e depois temos que ir embora!" :) E era essa a sensação que nós tínhamos, no Sábado, depois daquela maltosa toda ir embora, quando nos deitámos no quarto novo! "Que estranha sensação! Parece que estamos numa casa de férias! Parece que a casa não é nossa!"

Mas é!!!! É a nossa casa nova, lindaaaaaaaaaaa!
E eu adoro a nossa casa! E estes dias de chuva são maravilhosos para andar por lá, de chinelos, a ver a chuva a cair no jardim e a arrumar as coisinhas todas nos sítios!
E a mudança correu de feição. Éramos mais que as mães e nunca esbarrámos uns nos outros! E entre cómodas que se abriram a meio do caminho e deixaram escapar a única coisa que lá tinham dentro e que por acaso eram as gravatas todas do papá, da máquina da roupa que deitou toda a água que tinha dentro nas escadas do prédio antigo, da cama de grades do piriquito que por meio centímetro não passou na porta do quarto e que teve que ser desmontada na casa de banho, esta sem porta até hoje :) , foi tudo pacífico e rápido!

Em falta: retrete e bidé da casa de banho de cima que (ainda) não tem porta, portas da despensa que faz as delícias do pequenino que tira tudo quanto está ao alcance dele, puxadores dos móveis da cozinha o que faz com que para abrir a gaveta dos panos tenhamos que abrir primeiro a dos talheres... e por aí adiante: acampados numa casa linda e "maraviósa" e que nos deixa muito felizes por lá estarmos, finalmente! Um ano em obras é "obra" :)

E agora tou aqui em pulgas para ir para casa arrumar! Já fiz assim as contas por alto e se arrumar uma caixinha por dia, no Natal está tudo nos devidos lugares! Ehehhehe

sexta-feira, outubro 2

Noite dos diabos

E porque a noite de ontem foi mesmo uma "noitada" e o Sr Piolho aterrou na nossa cama entre a 1h30 e as 4h30, a mamã e o papá estão de rastos e a cria dormiu 3h (TRÊS HORAS!!!) de manhã, em casa da avó.
Ora pois. Assim também eu era só sorrisos e Brrrr's Brrrrr's e Hum hun's e tuditudo!
E para logo, serão a empacotar e a levar gavetas cheias de roupa.
Ohmeudeus, ohmeudeus que só de pensar no fim de semana que se avizinha fico (ainda mais)cansada....

Last day

Eu hoje estou melancólica. Vou dormir a última noite na casa de L-a-V. Ando a encaixotar as nossas coisas desde há uma semana e tal e ainda não acabámos, nem de perto nem de longe. Vivia nesta casa quando conheci o G. Vivemos juntos nesta casa. Vivíamos nesta casa quando casámos. Engravidei nesta casa e o Vasco veio da maternidade para esta casa. Claro que estou nostálgica! Mas se for comparar com a última vez em que encaixotei uma casa... rasga-se-me um sorriso de orelha a orelha porque dessa vez escorriam-me as lágrimas em cada caixa que enchia!
Toca mas é a pensar que é uma nova fase! Toca mas é a arregaçar as mangas e a despachar a cena porque estamos todos felizes e isso é que importa!
Para além de que é sexta feira!!
Se bem que o cansaço vai ser mais que muito, mas depois conto!

quinta-feira, outubro 1

Que moleza...

... e agora uma coca cola fresquinha com gelo e limão, numa esplanada à beira mar?!!? Isso é que era....

Anatomia de Grey

Eu que nem vejo televisão à noite porque morro de sono e apago ao fim de 10 minutos, ontem, depois de encaixotar sapatos e coisinhas do miúdo, dou por mim especada em frente ao ecran, a chorar que nem uma Madalena arrependida porque o episódio contava ahistória de uma criança que estava muito doente, a morrer.... e a mãe da criança não saía da cabeceira da cama, chegou a despedir-se dele e tudo, e eu parecia louca, a soluçar que nem doida! :(
Depois aquilo até acabou tudo bem porque o miúdo foi transplantado e acordou da operação, mas a essa hora já eu tinha os olhos inchadíssimos, já quase tinha acordado o meu piolho que dormia profundamente, com tantas festinhas que lhe fiz....
Que raio de lamechiche pegada....
Isto tudo em dia de futebol em que o papá só chega a casa mto tarde e quando chegou até se assustou quando viu os meus olhos....
Escusado será dizer que hoje quando acordei e olhei para o espelho não dava para esconder as lágrimas da noite anterior.... ohvalhamedeus...

quarta-feira, setembro 30

Nunca sei...

... se hei-de festejar os meses do miúdo ao dia 30 ou ao dia 1, isto nos meses que não são de 31 dias, claro está! Se for hoje, 14 meses depois: - diz mamã e papá a toda a hora e com um ar importantíssimo! - diz gumgum para camiões, camionetas, comboios e tudo o q tenha rodas e seja maior que os pópós; - põe a lingua de fora e faz brrrrr para o pópó; - aponta para tudo e entende tudo o que se lhe diz; - diz que sim e que não com a cabeça e pensa antes de responder; - manda beijinhos com a boca e com a mão; - aponta os aviões e os pássaros no céu; - tira as peúgas sempre que lhe descalçamos os sapatos; - corre a casa toda a abrir gavetas e armários e sabe perfeitamente onde pode e onde não pode mexer; - come bem a sopa, quer provar a nossa comida e tem nítida preferência por arroz e massa, mas a perdição continua a ser o pão; - tem 9 dentes, 2 dos quais pré-molares; - quando está especialmente contente, anda de um lado para o outro a bater palmas e a balançar os bracinhos ao longo do corpo; - cruza os braços e fica mto cómico;
- emita o cavalinho, o porco, o macaco e o peixe; - acorda sempre bem disposto e espalha luz por onde passa! :)

Coisa de gaja...

Com esta história de lavar, desencaixotar, arrumar, sem parar, nem posso olhar para as minhas unhas que normalmente até andam arranjadinhas e que agora... epá, é melhor nem olhar.... creme, onde andas? uma camada generosa do dito vai disfarçar qualquer coisinha...