segunda-feira, julho 27

Cá coisas...

Ora então, chamemos as coisas pelos nomes: preguiça.
Preguiça é o que se abate aqui na mamã e a impede de usar o telemóvel e escrever no blog.
A verdade é que, desde que não consigo escrever no computador, lá no escritório, os dias passam, as semanas voam e... nada.
Tenho sempre imensa coisa para contar, muito para partilhar, mas... nada.
Já não sei há quanto tempo não me sentava aqui, na mesinha ao pé dos sofás, com a pequenada a dormir e o pai na bola, a escrever.
Há muito, por certo.
Mas os leitores mantêm-se.
De pedra e cal.
E dá nervos.
Muitos nervos não lhes dar o que ler.
Regressámos de férias.
Dez dias repartidos entre o Ribatejo e o Algarve.
Descansámos que foi uma beleza.
A malta de palmo e meio dorme até tarde.
É verdade.
Tarde MESMO.
Arrisco dizer que não houve um único dia que não tivessem acordado depois das onze da manhã.
É verdade!
Maneiras que vamos para a praia a horas impróprias, pois claro!
Mas não há volta a dar: não os vou acordar para irmos para a praia a horas boas; bem basta o resto do ano que andam a toque-de-caixa, não é verdade?...
Arranjamos o farnel, camadas e mais camadas de protector, e lá vamos.
Escolhemos praias com estacionamento fácil e, à hora a que vamos, a malta está a sair para almoçar, por isso, nem para estacionar perdemos tempo!
Depois é toda uma tarde de brincadeira, de comidas e bebidas escolhidas por todos, bolas de berlim, gelados e futeboladas.
A miúda andou de fita na mona, não vá ter ideias tristes de se por a mergulhar que o Dr. Otorrino não deixa.
Para o ano tem tempo e já tem alta da fita.
Ao miúdo cresceu-lhe o pé, tal não foi a liberdade ao nível do pé-descalço-e-sujo :-)
O regresso, hoje, foi duro.
Ainda por cima houve noitada de Sodona Flor, que tem medo dos monstros, que queria vir para a nossa cama, que eram 4h da manhã e ainda não dormia.
Quando o despertador tocou achei que me tinha enganado e que ainda estávamos a Sul...
De resto, deixa cá ver... este ano ainda vamos de férias para o chamado "estrangeiro", desta vez de carro.
Diz que poupamos em tempo e dinheiro.
Veremos.
Depois conto.
Ao nível da arrumação, vivo a fazer listas e listinhas, mas a minha Casa nunca esteve tão limpa como agora. Que não temos empregada. Atirei-me a grandes limpezas na primavera e agora, ao nível da manutenção, confirmo que é bem mais fácil.
Rodapés, por exemplo, acho até que nunca tinham visto o tubo do aspirador, quanto mais um pano com Pronto...
Bom, levando em linha de conta a camada de sono com que me vos apresento, não aguento mais isto e subirei as escadas, limpinhas, é certo, de gatas.

:)


4 comentários:

  1. E que bom que é voltares a escrever! Espero que as férias tenham sido boas! Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Ah, assim sim! Bem vinda de volta... a casa e ao blog :)
    Eu também voltei ao trabalho ontem e aiiiiiiiiiiiiii
    Beijinho
    Susana

    ResponderEliminar